Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial A Comunidade Referências

 

Divisão das Comunidades Brasileiras (DBR) no Facebook

 

Referências

Referências sobre as comunidades brasileiras no exterior

OBS: Trata-se de uma compilação inicial a ser alimentada continuamente. Contribuições para as listas de referências poderão ser enviadas para o seguinte endereço eletrônico: brasileirosnomundo@mre.gov.br

Referências bibliográficas
OBS: as referências estão organizadas por país. Há também uma lista com obras de interesse geral e uma relacionada ao Mercosul. 

GERAL

AMÉRICA DO NORTE


AMÉRICA LATINA E CARIBE


EUROPA

 

ÁSIA E OCEANIA

 
ÁFRICA E ORIENTE MÉDIO

 

 

Referências Bibliográficas:

 

GERAL

ALMINO, J. Conselhos de cidadãos: parceria comunidade-Estado brasileiro no exterior. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

AMORIM, L. A política do Ministério das Relações Exteriores em Relação aos Emigrantes Brasileiros. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

AZEVEDO, D. B. de. Brasileiros no Exterior (Nota Técnica). Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados, 2004. Disponível em: http://apache.camara.gov.br/portal/arquivos/Camara/internet/publicacoes/estnottec/pdf/2004_3518.pdf.

BAENA SOARES, João Clemente. Brasileiros Emigrantes. Carta Mensal, Junho de 2009, 651, vol. 55, pp. 24-42 - Íntegra da palestra pronunciada em 1° de dezembro de 2008. Disponível em: http://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/BRMundo/pt-br/file/651junho2009.pdf.

CARVALHO, J. A. M.; MAGALHÃES, M. V; GARCIA, R. A.; SOARES, W. Sinuosos caminhos para estimação dos emigrantes internacionais de 1986/1991 e de 1991/1996 e dos saldos migratórios dos qüinqüênios entre 1981 e 1996 das Unidades da Federação Brasileira. In: XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, Caxambu (MG), 23 a 27 de Outubro de 2000. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2000/Todos/prot20_4.pdf.

Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). Populações e políticas sociais no Brasil: os desafios da transição demográfica e das migrações internacionais. Brasília – DF, 2008. Disponível em: http://www.cgee.org.br/publicacoes/demografica.php.

CONGRESSO NACIONAL. Relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito sobre Emigração. Brasília, 2006. Disponível em: http://www.senado.gov.br/sf/comissoes/CPI/Emigracao/RelFinalCPMIEmigracao.pdf.

FELDMAN-BIANCO, B.; VIANNA, C. (Eds.). Brasileiros no Exterior: Caminhos da Cidadania. Editora da Unicamp, Campinas, São Paulo, Brasil. No prelo.

FELDMAN, L. Três Atos da "consularização" da diplomacia brasileira. Revista Política Externa, vol. 17, n°. 4, Mar./Abr./Mai. 2009, pp. 89-102.

FIRMEZA, G. T. Brasileiros no Exterior. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2007. Disponível em: http://www.funag.gov.br/biblioteca-digital/pdfs_livros/lancamentos/pdf_brasileiros-no-exterior.

GOLGHER, A. B. International return migration and remittances in Brazil. Trabalho apresentado no XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set.- Out. 2008. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2008/docsPDF/ABEP2008_1110.pdf.

HUGO, G. “Migrações internacionais não-documentadas: uma tendência global crescente”. In: Travessia - Revista do Migrante, n°. 30, Jan. 1998.

KLASGSBRUNN, V. H. A dimensão econômica da diáspora brasileira. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

LOUBACK, Carolina Tavares da Silva. A conjugalidade intercultural de brasileiras: uma análise sistêmica de posts em blogs. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=14891


LOURENÇO, L. C. de B. Soluções para o atendimento bancário a brasileiros no exterior. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

MÁRMORA, L. “A migração de trabalhadores e os processos de integração”. Travessia - Revista do Migrante, n°. 25, Mai. 1996.

PADILLA, B. Brasileiros en la diáspora: políticas de vinculación. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008. Disponível em: http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantes-brasilenos/.

PATARRA, N. L. (Org.). Emigração e Imigração Internacionais no Brasil Contemporâneo. 2° ed. São Paulo: FNUAP, 1996a.

__________. Migrações Internacionais: Herança XX, Agenda XXI. São Paulo: FNUAP, 1996b.

__________. “Migrações internacionais: uma nova questão demográfica”. Revista Brasileira de Estudos de População, vol. 13, n°.1, Jan./Jun. 1996, pp. 111-113. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol13_n1_1996/vol13_n1_1996_10pontodevista_111_113.pdf.

PISCITELLI, A. “Brasileiras na Indústria Transnacional do Sexo: migrações, direitos humanos e antropologia”. Revista Nuevo Mundo, Mundos Nuevos, 2007. Disponível em: http://nuevomundo.revues.org/index3744.html.

INSTITUTO DE ESTUDOS AVANÇADOS USP. Revista Estudos Avançados - Coletânea Demografia e Migrações. Mai. – Ago. 2006. Disponível em: http://www.iea.usp.br/iea/revista/coletaneas/demografiamigra/index.html.

SALES, T. “Novos fluxos da população brasileira”. In: Revista Brasileira de Estudos de População, vol. 8, n°. 1-2, ABEP, SP, Jan./Dez. 1991. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol8_n1_2_1991/vol8_n1e2_1991_2artigo_21_32.pdf.

__________. "Imigrantes Estrangeiros, Imigrantes Brasileiros: Uma Revisão Bibliografica e Algumas Anotações Para Pesquisa". In: Revista Brasileira de Estudos de População 9(1), 1992: pp. 50-64. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol9_n1_1992/vol9_n1_1992_4artigo_50_64.pdf.

__________. “O Brasil no contexto das novas migrações internacionais”. Travessia - Revista do Migrante, n°. 21, Jan. 1995.

__________. “The ‘Triennial of Disillusionment’ in International Migrations of Brazilians”. Brazilian Journal of Population Studies/REPEP, vol. 2, 1999/2000. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/Rebep_ingles_n.2/sales.pdf.

SALES, T.; BAENINGER, R. “Migrações internas e internacionais no Brasil - panorama deste século”. Travessia - Revista do Migrante, n°. 36, Jan./Abr. 2000, pp.33-44.

SAYAD, A. “O retorno - elemento constitutivo da condição do imigrante”. Travessia - Revista do Migrante, ano XIII, número especial, Jan. 2000.

SERVIÇO PASTORAL DOS MIGRANTES et al. (Orgs.). O fenômeno migratório no limiar do terceiro milênio - desafios pastorais, Petrópolis, Rio de Janeiro, ed. Vozes, 1998.

SIQUEIRA, P. Tráfico de Mulheres: oferta, demanda, impunidade. SMM - Serviço à Mulher Marginalizada. São Paulo, 2004.

SIQUEIRA, S. Migración y las distintas formas de retorno al suelo natal. Una perspectiva transnacional. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008. Disponível em: http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantes-brasilenos/.

STARLING, S. Os emigrantes brasileiros e a ação do Poder Legislativo. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

SPRANDEL, M. A terra é estrangeira, mas a da minha roça é igual: terras e territórios no cotidiano de camponeses brasileiros emigrantes. In: XXII Encontro Anual da ANPOCS, GT-09 - Migrações Internacionais, Caxambu (MG), 27 a 31 de Outubro de 1998.

VAINER, C. Estado e imigração internacional: da imigração à emigração. In: XXII Encontro Anual da ANPOCS, GT-09 - Migrações Internacionais, Caxambu (MG), 27 a 31 de Outubro de 1998.

VIANNA, C. As reivindicações dos imigrantes brasileiros em prol de seus (duplos) direitos à cidadania e à justiça social. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

VIEIRA, E. R. P. Poets Adrift, Brazil Within: First Anthology of Brazilian Diaspora Poetry/Poetas à Deriva, o Brasil no Ser: Primeira Antologia da Poesia da Diáspora Brasileira. Bilingual (compiled, edited and introduced by E. R. P. Vieira). Considered for publication by Faculdade de Letras/Editora da Universidade Federal de Minas Gerais. No prelo.

__________. “Jean Charles de Menezes e o luto cultural dos emigrantes brasileiros.” In: Simpósio Representações do Exílio e da Migração. Anais da International Conference of the Brazilian Association of Comparative Literature, Rio de Janeiro, Electronic Publication, 2006.

YAMADA, M. (Ed.). Emigración Latinoamericana: Comparación Interregional entre América del Norte, Europa y Japón. JCAS Symposium Series. Osaka: Japan Center for Area Studies, 2003.

APPADURAI,A.Disjuncture and difference in the global cultural economy. O Plantom Public Sphere. Minneapolis: University of Minnesota Press,Bruce Robbens, 1922.

BECKER, Howards S. Métodos de pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Hucitec, 1993.

BRITO, Fausto. Emigração e imigração internacional no Brasil contempôraneo. Campinas: FNUAP, 1995.

BRUSSEE, Warren. The second great depression. Starting 2007 ending 2020. EUA: Booklcker,2005.

BOYD, Monica. Family and personal networks in internacional migration: recent developments and new agenda. International Review. S.I.23(3), pp. 638-670, 1989.

BORJAS, George J. Friends or strangers: The impact of immigrants on the US economy. New York: Basic Books,1990.

BORJAS, George J.The economics of Immigration. In: Journal of Economic Literature. Vol XXXII, December, 1994.

BORJAS, George J.The new economics of Immigration. In: The Atlantic Monthly. November,1996.

CAMARGO, J. F. Crescimento da população no Estado de São Paulo e seus aspectos econômicos. Ensaios Econômicos IPE-USP, São Paulo, 14, 1981.

CANCLINI, Néstor García. A Globalização Imaginada. São Paulo: Iluminuras, 2003.

CARNOY, Martin et al. The new global economy in the informaconal age. University Park. PA: Pennsylvania State University. 1993.

CARVALHO, Fernando Cardim de. Entendendo a recente crise econômica global. In: Dossiê da crise. Rio de Janeiro: Associação Brasielira Keynesiana,2008. Acesso: http://www.ppge.ufrgs.br/akb

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em redes. A Era da informação: economia, sociedade e cultura. 2.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Paulinas, 1989.

ESPINDOLA, Haruf Salmen e SOARES, Weber. Identificação da Regiaão do Rio Doce. Governador Valadare: Univale, 2005.

FERRARI FILHO, Fernando e DE PAULA, Fernando. Pode ela acontecer de novo? In: Dossiê da crise. Rio de Janeiro: Associação Brasileira Keynesiana, 2008. Acesso: http://www.ppge.ufrgs.br/akb

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Programa Estadual de Centros Intermediários. Perfil da cidade de Governador Valadares. Belo Horizonte,1996.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO.Potencialidades para o migrocrédito no município de Governador Valadares Belo Horizonte,2005

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO.Índice Mineiro de Responsabilidade Social. Belo Horizonte, 2005.

GOVERNADOR VALADARES. Prefeitura Municipal. Plano de desenvolvimento local integrado do município de Governador Valadares. Governador Valadares,1972. (mimeo)

GOVERNADOR Valadares. Prefeitura Municipal. Perfil de Governador Valadares. Governador Valadares,1988. (mimeo)

GIDDENS, Anthony; BECK, Ulrich; LASH,Scott. Modernidade reflexiva. Política, tradição e estética na ordem social moderna. São Paulo: Universidade Estadual Paulista, 1997.

GIDDENS, Anthony e PIERSON, Christopher. Conversar com Anthony Giddens. O Sentido da modernidade. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

GIDDENS, Anthony. A Constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

Hall, Sruart. Da diáspora: Identidades e mediatações culturais: Belo Horizonte, 2003.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1993.

INTER-AMERICAN DEVELOPMENT BANK. Multilateral Investment Fund. Remittances 2005. Promoting Financial Democracy. Washinghton, DC. March, 2006. Acesso: <www.MigrantRemittances.og>

MARK,Karl. O Capital: Crítica da econômia política. 15. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

MARGOLIS, Maxine L. Little Brazil. Imigrantes brasileiros em Nova York. Campinas: Papirus, 1994.

MARK,Karl e ENGELS, Frederich. A Ideologia alemã: Tese sobre Feuerbach. São Paulo: Moraes, 1984.

MASSEY, Douglas, et al. The social organization of migration. In: MASSEY, Douglas, et al. Return to Aztlan. The social process of internacional migration from Western Mexico. Los Angels: University of California Press, 1987.

MASSEY, Douglas. Migration, ethnic mobilization and globalization: causes of migration. In GUIBERNAU, Montserrat e REX, John (eds). The ethnicity reader:nationalism, multicuturalim and migration. U K: Polity Press, 1997. pp. 257-269.

MASSEY, Douglas.Theories of internacional Migration: a review and appaisal. Population and development Review, 19 (3), 1993, pp. 411-466.

MORAES FILHO, Evaristo de (org). Georg Simmel. São Paulo:Ática, 1983.

POMAR, Wladimir, Teorias sobre a crise. http://www.correiocidadania.com.br. Outubro, 2008.

PORTES, Alejandro. The economic sociology of immigration: a conceptual overview. In: PORTES, Alejandro (org). The economic sociology of migration - assays on networks, ethnicity and entrepreneurship. NY: Russsel Sage Foundation, 1995.

PORTES, Alejandro and RUMBAUT, Rubén G. Immigrant America: a portrait. 2. ed. Los Angeles: University of California Press, 1996.

PIORE,M. Birds of passage: migrant labor and industrial societies. New York: Cabridge University Press, 1979.

REITZ, Jeffrey. The survival of ethnic group. Toronto: McGraw-Hill, 1980.

RICHMOND, Anthony H. Immigration and ethnic conflict. London: Macmillan Press, 1988.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização. Do pensamento único à consciência universal. 6.ed. Rio de Jnairo: Record, 2001.

SASAKI, Elisa Massas e ASSIS, Gláucia de Oliveira. Teoria da migrações internacionais. ABEP (Associação Brasileira de Estudos Populacionais) Outubro de 2000, Caxambu.

SASSEN, Saskia. The mobility of labor end capital. A study in international investiment and labor flow. New York: Cabridge University Press, 1988.

SAYAD, Abdelmalek. O retorno: elementos constitutivos da condição do imigrante. Travessia, número especial. 2000.

SAYAD, Abdelmalek. A imigração ou os paradoxos da alteridade. São Paulo: EDUSP, 1998.

SEBRAE-MG - Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas de Minas Gerais. Diagnóstico Municiapal de Governador Vladares. Belo Horizonte: SEBRAE-MG, 1999.

SEBRAE-MG - Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas de Minas Gerais. Boletim estatístico de micro e pequenas empresas. São Paulo: SEBRAE, Junho de 2006.

SIMMEL, Georg. O problema da sociologia. In: MORAES FILHO, Evaristo de (org). Georg Simmel. São Paulo: Ática, 1983a.

SIMMEL, Georg. O estrangeiro. MORAES FILHO, Evaristo de (org). Georg Simmel. São Paulo: Ática,1983b.

SIMMEL, Georg.A aventura. In: SOUZA, Jessé e OËLZE, Berthold. (orgs). Simmel e a modernidade. Brasília: UnB, 1998.

SINGER, Paul. Migrações Internas: considerações teóricas sobre o seu etudo. In: Economia política da urbanização. 5 . ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

SOUZA, Jessé e OËLZE, Berthold.(orgs). Simmel e a modernidade. Brasília: UnB, 1998.

TILLY, Charles. Transplanted Networks. In: YIANS-Mc, Laughlin (ed). Imigration reconsidered. NY: Oxford University Press, 1990 . pp. 79-95.

THOMAS,B. Migration and Economic Growth: a study Britain and the atlantic economy. Boston: Cambridge University Press, 1973.

VELHO, Gilberto. Projeto e metamorfose: antropologia das ociedades complexas. 2. ed Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

WAIZBORT, Leopoldo. As aventuras de Georg Simmel. São Paulo: editora 34, 2000.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 10. ed. São Paulo: Pioneira, 1996.

 

AMÉRICA DO NORTE

CANADÁ

BARBOSA, R. "Brazilian Immigration to Canada." Journal of Ethnic Studies. No prelo.

__________. "Brasileiros no Canadá: um novo e crescente grupo de imigrantes." CANADART, Revista do Núcleo de Estudos Canadenses da Universidade do Estado da Bahia, Volume IX (2003): pp. 197-216.

BOTELHO, V. Políticas públicas no contexto da transnacionalidade: o caso das brasileiras da British Columbia, Canadá. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

Centro de Informação Comunitária Brasil-Angola. "Brasil Mostra a Tua Cara: as diversas caras dos imigrantes brasileiros em Ontário". 2008.

GOZA, F. “Brazilian Immigration to North America”. International Migration Review, Volume XXVIII, number 1, Spring 1994, pp. 136-152.

__________. "Brazilian Immigration to Ontario". International Migration Review, Vol. 37 (4) 1999: pp. 765-789.

Mac FADDEN, M. A. J. "Características Psicossociais de um Grupo de Imigrantes Brasileiros no Canadá". CANADART, Revista do Núcleo de Estudos Canadenses da Universidade do Estado da Bahia, Volume IX (2003): pp. 217-234.

__________. "Social Insertion and Identity Construction of Second Generation Brazilian Immigrants in Canada". Interfaces, Revista da ABECAN, n°. 4 (2004): pp. 203-216.

SHIRLEY, R. "Brazilians". In: Paul Robert Magocsi (Ed.). Encyclopedia of Canada's Peoples, 273-282. Toronto: Multicultural History Society, 1999.

VIDAL, M. do S. Brasileiros no Canadá. A descoberta de novos caminhos. Tese de Doutorado. PUC/São Paulo, 2000.

 

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ALBUES, T. O Berro de Cordeiro em Nova York. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

ALMEIDA, D. P. A New Ingredient in the 'Melting Pot': Brazilian Immigrants in the Greater Boston Area. Dissertação de Mestrado. Brown University, Providence-RI, 1991.

ALLEN, J. P.; TURNER, E. Boston's Emerging Ethnic Quilt: A Geographic Perspective. In: Annual Meeting of the Population Association of America, Boston, April 2004.

ALVES, J. C. S.; RIBEIRO, L. "Migração, Religião e Transnacionalismo: O Caso dos Brasileiros no Sul da Flórida." Religião e Sociedade, 22 (2): 65-90, 2002.

ANDREAZZI, L. Brazilian Immigrants: The Ecological Matrix of Social Exchange Resources & Vulnerabilities. In: Conference on Brazilians in the U.S.: Another Invisible Latino Diaspora. Aliança Brasileira nos Estados Unidos, Central Connecticut State University, New Britain, April 16, 2004.

ARAUJO, J.; DURAN, E. O Manual do Imigrante. Luso Brazilian Books, 2006.

ASSIS, G. de O. Estar Aqui, Estar Lá... Uma Cartografia da Vida em Dois Lugares. Dissertação de Mestrado em Antropologia Social, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1995.

__________. "Estar Aqui, Estar Lá... O Retorno dos Imigrantes Valadarenses ou a Construção de uma Identidade Transnacional". Travessia - Revista do Migrante 22 (8): 8-14, 1995.

__________. Rupturas e permanências: os novos fluxos da população brasileira e as transformações nas relações de gênero. In: XXIII Reunião Anual da ANPOCS, GT-9 - “Migração Internacional”, Caxambu (MG), 19 a 23 de Outubro de 1999. Disponível em http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/outros/2EncNacSobreMigracao/Anais2ENSMigracaoOuroPreto1999p369a385.pdf.

__________. “Emigrantes Brasileiros para os EUA e a (Re)Construção da Identidade Étnica.” Raízes e Rumos: Perspectivas Interdisciplinares em Estudos Americanos. Sonia Torres (Ed.). Rio de Janeiro: Editora 7 Letras, 2001: pp. 199-211, 2001.

__________. “De Criciúma para Boston: Tecendo Redes Familiares na Migração Internacional.” Psicologia, E/Imigração e Cultura. Sylvia Dantas DeBiaggi; Geraldo José de Paiva (Eds.). São Paulo: Casa de Psicólogo Livraria e Editora Ltda, 2004: pp. 111-133, 2004.

__________. “De Governador Valadares e Criciúma para Boston: os novos emigrantes brasileiros rumo aos EUA”. Revista Nuevo Mundo, Mundos Nuevos, 2007.
Disponível em: http://nuevomundo.revues.org/index3754.html.

__________. La Conexión Criciúma-EUA: un análisis de la configuración de lazos transnacionales construidos por los e/inmigrantes del siglo XXI. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008.
Disponível em: <http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidadestransnacionales-
i-migrantes-brasilenos/
>.

__________. “A fronteira México - Estados Unidos: entre o sonho e o pesadelo - as experiências de e/imigrantes em viagens não-autorizadas no mundo global”. Cadernos Pagu - Dossiê Gênero no Tráfico de Pessoas, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332008000200011&lng=e&nrm=iso.

ASSIS, G. de O.; SASAKI, E. M. “Novos Migrantes do e Para o Brasil: um balanço bibliográfico.” In: Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, pp. 615-647, 2001.

ATHAYDE, R. Brasileiros em Manhattan. Rio de Janeiro: Topbooks, 1996.

AZEVEDO, K. “Samba Dreamers”. Camino del Sol, A Latina and Latino Literary Series. University of Arizona Press, 2006.

BADGLEY, R. T. Brazucas in Beantown: The Dynamics of Brazilian Ethnicity in Boston. Senior Honors Thesis in Anthropology, Connecticut College, New London, Connecticut, 1994.

BASTOS, D. Clandestinos na América: o romance dos imigrantes brasileiros na busca do sonho americano. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2005.

BARROS, S. do R. “A Nova Política de Assistência aos Brasileiros no Exterior.” Revista Política Externa 5 (3), 1996-97.

BELLEI, S. L. P. “Brazilian Culture in the Frontier”. Bulletin of Latin American Research, vol. 14, n°. 1, pp.47-61, Jan. 1995.

BESERRA, B. “Keeping the Flame: Brazilian Gauchos in Los Angeles”. In: Brazzil, Dez. 1998. Disponível em: http://www.brazzillog.com/pages/p26dec98.htm.

__________. “Move your Body! Brazilian Carnival Takes over the World”. In: Brazzil, Abr. 1999.
Disponível em: http://www.brazzillog.com/pages/cvrapr99.htm.

__________. A integração brasileira no mundo latino de Los Angeles. In: XXIV Encontro Anual da ANPOCS, GT-9 - ‘Migrações Internacionais’, Petrópolis, RJ, 23 a 27 de Outubro de 2000.

__________. "Migrações Internacionais e Imperialismo: o caso dos brasileiros adventistas em Los Angeles". Demografia e Transições Migratórias Recentes; Adelita Carleial (Ed.). Fortaleza: IPLANCE, 2002.

__________. Brazilian Immigrants in the United States: Cultural Imperialism and Social Class. New York: LFB Scholarly Publishing, 2003.

__________. "From Brazilians to Latinos? Racialization and Latinidad in the Making of Brazilian Carnival in Los Angeles." Latino Studies 3 (1): 53-75, 2005a.

__________. Brasileiros nos Estados Unidos: Hollywood e outros sonhos. São Paulo: Editora Hucitec, 2005b.

__________. “Sob a sombra de Carmen Miranda e do carnaval: brasileiras em Los Angeles.” Cadernos Pagu 38, Campinas, Unicamp, 313-44, 2007.
Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332007000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

BICALHO, J. V. Yes, Eu Sou Brazuca. Governador Valadares, Minas Gerais: FUNSEC, 1989.

BIDDLECOM, A. E. Book-Review: “Little Brazil: ethnography of Brazilian immigrants in New York”. Margolis, Maxine L. International Migration Review; vol. 29, n°. 1, Spring 1995, pp.274-275.

BITTENCOURT, S.; MARTINAC, P. My Road to Microsoft: one woman's success story. Xlibris Corporation, 2003.

BOAS, S. V. Os Estrangeiros do Trem N. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1997.

BOTELHO, P. In the Service of the Community: the rules of the Brazilian American Church in reconstructing identity. In: National Association of African American Studies and Affiliates (NAAAS), Monograph Series, volume II, 2004.

BRAZIL WATCH. “Brazilians Overseas. The Rising Tide of Brazilian Emigration is Impacting Foreign Markets and Even the Balance of Payments.” Brazil Watch 13 (21), 1996: pp. 7-10.

BRETAS, A. SONHO AMERICANO – Alternative Press/Boston –Massachusetts/USA – 1997.

__________. Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras – (Antologia) VOLUME I – Editora Scortecci /São Paulo- 2004.
Link do evento: http://www.acontece.com/?act=2&actB=2&id_evento=868.

__________. Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras – (Antologia) VOLUME II – Editora Scortecci/São Paulo – 2006.
Link do evento: http://www.acontece.com/?act=2&actB=2&id_evento=1856#.

BROWN, P. Understanding Brazuca ‘Fragmentation’: a qualitative study of Brazilian immigrants and their community in Boston, Massachusetts. In: National Congress on Brazilian Immigration to the United States, David Rockefeller Center for Latin American Studies, Harvard University, Cambridge, March 18-19, 2005a.

__________. The Ambivalent Immigrants: Brazilians and the Conflict of Ethnic Identity. Senior Honors Thesis in Sociology and Brazilian and Portuguese Studies, Harvard University, 2005b.

CAPUANO, A. Brasileiros em Miami. Dissertação de Doutorado. UNICAMP, Departamento de Ciências Sociais, 2002.

__________. Mulheres Imigrantes no Sul da Flórida: um estudo de caso revelando diferenças. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 7, Santa Catarina, 2006.

CARVALHO, J. A. M. “O Saldo dos Fluxos Migratórios Internacionais no Brasil na Década 80: uma tentativa de estimação.” Revista Brasileira de Estudos de População 13(1): 3-14, 1996.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol13_n1_1996/vol13_n1_1996_1artigo_3_14.pdf.

CASTRO, M. G. "Latinos nos EUA ‘ Unindo Américas, Fazendo a América de Lá, ou Perdendo a Nossa América’". Travessia - Revista do Migrante 4 (21): 14-20, Set. 1991.

__________. “Trans-identidades no local globalizado. Não - identidades, margens e fronteiras: vozes de mulheres latinas nos Estados Unidos”. Revista Crítica de Ciências Sociais, n°. 48, Jun. 1997: pp. 147-174.
Disponível em: http://www.ces.uc.pt/publicacoes/rccs/048/048.php.

CATHOLIC SOCIAL SERVICES OF FALL RIVER (CSS) & BRAZILIAN IMMIGRANT ASSOCIATION OF CAPE COD & THE ISLAND (BIACCI). Brazilian Survey Project, Cape Cod and the Islands. Mimeo, 2001.

CÉSAR, E. “Flujos contemporáneos: territorios y traducción cultural entre emigrantes brasileños no documentados en la región fronteriza México - Estados Unidos (1995-2007)”. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el
estudio de las migraciones, UAB, 2008.
Disponível em: http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantesbrasilenos/.

COONEY, P. L. Brazilian-Americans in the New York Metropolitan Area: A Guide for Americans and Brazilians. Disponível em: http://www.vernonjohns.org/plcooney/brtofc.html.

CROOK, L.; JOHNSON, R. Black Brazil. UCLA Latin American Center Publications. University of California, Los Angeles, 1999.

COSTA et al. Mulheres no Exílio. Rio de Janeiro, ed. Paz e Terra, 1980.

COSTA, M. T. P. da. Algumas Considerações Sobre Imigrantes Brasileiros na Jurisdição do Consulado Brasileiro de Nova York. New York: Consulado Brasileiro, Mimeo, 2004.

DAVIS, D. Disseram Que Eu Voltei Americanizada: cultural conflict in the construction of a Brazilian identity in the United States, 1930-1970. Paper presented at the meetings of the Brazilian Studies Association, Washington, D.C., 1997a.

__________. To Be or Not to Be Brazilian: Carmen Miranda's Quest for Fame and 'Authenticity' in the United States. In: IV Encontro do Brazilian Studies Association (BRASA), Washington, D.C., 1997b.

__________. “The Brazilian-Americans: Demography and Identity of an Emerging Latino Minority.” The Latin Review of Books, Spring/Fall, pp.8-15, 1997c. DAWSEY, J. C. “O espelho americano: Americanos para Brasileiro ver e Brazilians for American to See”. Revista de Antropologia, vol. 37, 1994, pp. 203-256.

DeBIAGGI, S. From Minas to mass: a qualitative study of five Brazilian Family in Boston. Tese de Mestrado, Departament of Psycology of Boston University, 1992.

__________. “Mudança, Crise e Redefinição de Papéis: As Mulheres Brasileiras Lá Fora." Travessia - Revista do Migrante, Set. - Dez. 1996: pp. 24-26.

__________. Changing Gender Roles: Brazilian Immigrant Families in the U.S. New York: LFB Scholarly Publishing, 2002.

__________. “Homens e Mulheres Mudando em Novos Espaços: Famílias Brasileiras Retornam dos EUA para Brasil.” Psicologia, E/Imigração e Cultura. Sylvia Dantas DeBiaggi; Geraldo José de Paiva (Eds.). São Paulo: Casa de Psicólogo Livraria e Editora
Ltda, 2004, pp. 135-164.

DeBIAGGI, S. D. D.; MARTES, A. C. B.; PAIVA, J. de. “Psicologia, e-Imigração e Cultura”. Casa do Psicólogo, 2004.

DE KORIN, E. C.; PETRY, S. S. de C. “Brazilian Families”. McGoldrick, Monica, Giordano, Joseph; Garcia-Preto, Nydia (Eds.) Ethnicity and Family Therapy. Guilford Press, New York, 2005.

EHRLICH, C. Beyond Black and White: A Perspective on Racial Attitudes of Paulistas in São Paulo and New York. Senior Project, Division of Social Studies, Bard College, Annandale-on-Hudson, New York, 1989.

FALCONI, J. L.; MAZZOTTI, J. A. (Ed.). The Other Latinos, Central and South Americans in the United States. Cambridge-MA: David Rockefeller Center for Latin American Studies Harvard University, 2007.

FERNANDEZ, P. S. M. e CHAVEIRO, E. F. A viagem como experiência geográfica: As imagens dos migrantes goianienses que vivem em San Francisco – Califórnia – EUA. Trabalho apresentado no XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set. 2010. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2010/docs_pdf/tema_6/abep2010_2536.pdf.

FELDMAN-BIANCO, B. “Multiple Layers of Time and Space: The Construction of Class, Ethnicity and Nationalism Among Portuguese Immigrants.” Towards a Transnational Perspective on Migration: Race, Class, Ethnicity and Nationalism Reconsidered. Nina Glick Schiller; Linda Basch; Cristina Blanc Szanton (Eds.). In: Annals of the New York Academy of Sciences, vol. 645, New York, 1992.

FLEISCHER, S. Passando a América a Limpo: o trabalho de housecleaners brasileiras em Boston, Massachusetts. São Paulo, Annablume Editora, 2002.

FONER, N. (Ed.). New Immigrants in New York City. New York: Columbia University Press, 1987.

__________. Book review: “Little Brazil - an ethnography of Brazilian in New York City”. Margolis, M. American Ethnology, vol. 22, n°. 3, Aug. 1995, pp. 669-670.

FORJAZ, M. C. S. “Os Exilados da Década 80: imigrantes brasileiros nos Estados Unidos.” Revista de Administração de Empresas 33:1 (Jan. – Fev.): 66-83. Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, 1993.

FRANCONI, R. A. “Being Brazilian in the States: between fiction and reality.” Hispania 88 (4), 2005: pp. 726-732.

FUSCO, W. Redes Sociais na Migração Internacional: O Caso de Governador Valadares. Dissertação de Mestrado, Departamento de Sociologia, UNICAMP, Campinas, 2000a.

__________. Diferenciais por sexo nas migrações internacionais. In: XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, ST-22 - ‘As facetas da dinâmica migratória no Brasil - II’, Caxambu (MG), 23 a 27 de Outubro de 2000b.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2000/Todos/Diferenciais%20por%20Sexo%20nas%20MigraçSes%20Internacionais.pdf.

__________. Redes Sociais na migração internacional: o caso de Governador Valadares. Dissertação de Mestrado em sociologia, IFCH, UNICAMP, 2000c.

__________. "Redes Sociais nas Migrações entre Governador Valadares e os Estados Unidos." Migrações Internacionais, Contribuições para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001, pp. 427-445.

__________. Capital Cordial: A Reciprocidade Entre os Imigrantes Brasileiros nos Estados Unidos. Tese de Doutorado, Departamento de Demografia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil, 2005.

GALVÃO, H. M. As Viajantes do Século Vinte. HP Comunicação Editora, 2005.

GILBERTSON, G. A. Review Essay: “Little Brazil: ethnography of Brazilian immigrants in New York City”. Margolis, M. Journal of Contemporary Ethnography; vol. 26, n°.2, July 1997, pp. 225-231.

GIMENEZ, M. “Minorities and the World-System: Theoretical and Political Implications of the Internationalization of Minorities”. Racism, Sexism, and the World-System; Joan Smith et al (Eds.). Westport: Greenwood Press, 1988: pp. 39-56.

__________. “U. S. Ethnic Politics: implications for Latin Americans”. Latin American Perspectives 19 (4), 1992: pp. 39-56.

GIMENEZ, M. et al. "Introduction to the Politics of Ethnic Construction: Hispanic, Chicano, Latino”. Latin American Perspectives 19 (4), 1992: pp. 3-6.

GLOVSKY, V. "Acculturation and Changing Concepts of Mental Disorder: Brazilians in the USA". McGill University Transcultural Psychiatry, vol. 40, n°. 1, 50-61 (2003).

GOULART, R.; SALES, T. “‘América, país de imigrantes’ e as crescentes restrições aos imigrantes nos Estados Unidos”. Travessia - Revista do Migrante, n. 25, ano 9, Mai. - Ago. 1996, pp. 10-14.

GOZA, F. "A Imigração Brasileira na América do Norte." Revista Brasileira de Estudos de População 9 (1), 1992: pp. 65-82.
Disponível em: http://www.abep.org.br/usuario/GerenciaNavegacao.php?caderno_id=059&nivel=1.

__________. “Brazilian Immigration to North America.” International Migration Review 28 (1), 1994: pp. 136-152.

__________. “Um panorama geral da vida dos brasileiros nos EUA no ano 2000”. In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudos Populacionais da ABEP. Caxambu, 2004.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/site_eventos_abep/PDF/ABEP2004_266.pdf.

GOZA, F. DEMARIS, A. “Unemployment Transitions among Brazilians in the United States and Canada.” International Migration 41 (5), 127"152, December 2003.

__________. “Unemployment Transitions among Brazilians in the U.S. and Canada.” International Migration, Volume 41 (5), 2003: pp. 127-152.

GOZA, F.; LUSE, V. “Job transitions among Brazilian men working in North America”. In: Anais do IX Encontro de Estudos Populacionais. Caxambu, 1994, vol. 1, pp.273-286.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/docwd/1994/T94V1A14.doc.

GOZA, F.; MARTELETO, L. “An Examination of Remittance Activity among Brazilian Immigrants in the U.S. and Canada.” In: Anais do XI Encontro Nacional de Estudos Populacionais da ABEP. Caxambu, 1998, vol. 1: pp. 551-575.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/PDF/1998/a143.pdf.

GUERRA, L. Acculturation and English Proficiency among Brazilians in New York. Tese de Mestrado, Hunter College “CUNY, 1990.

GUIMARÃES, N. Febre Brasil em Nova Iorque. Belo Horizonte: Record, 1993.

HAFEMEISTER, B. E. Identity and Adaptation of Brazilian Immigrants. Dissertação de Mestrado, Universidade de Miami, 2006.

HEISLER, M. Brazilians in East Boston: A Demographic Description and Assessment of Health Status, Services Utilization, and Barriers to Access to Health Care. Unpublished Mss, 1995.

HOLT, L. MILA Samba School: The Construction of Samba in Los Angeles. Trabalho para Portuguese 199, University of California, Los Angeles, 1995.

IHÁ, N. C. Los cambios de la transnacionalidad: La migración internacional de Criciúma para Boston. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008.
Disponível em:   http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantes-brasilenos/

JACKIEWICZ, E. L.; SUB, Y. "The Ties that Bind, or Not - The Assimilation of Brazilian Migrants in South Florida". The North American Geographer 5 (1 -2), 2005: pp. 124-128.

JANSEN, T.; SIQUEIRA, C. E. Brazilians Working in a Foreign Land: A Preliminary Study of Work Environment and Occupational Health Experiences of Brazilian Immigrants in Lowell, Massachusetts. Report for the Committee of Industrial Theory and Assessment of the University of Massachusetts, Lowell, October 2002.

__________. Brazilians Are Everywhere in New England. In: National Congress on Brazilian Immigration to the United States, David Rockefeller Center for Latin American Studies, Harvard University, Cambridge, March 18-19, 2005.

JOHNSON, R. The Role of TV Globo International for Brazilian Immigrants in South Florida and Toronto. M.A. thesis, University of Missouri-Columbia, 2006.

JOUËT-PASTRÉ, C. "Tendências Contemporâneas nos Estudos da Emigração Brasileira para os Estados Unidos e Canadá”. Revista Brasileira de Ciências Sociais 19 (55), 2004: 186-190.
Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69092004000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

JOUËT-PASTRÉ, C.; BRAGA, L. J.; SUÁREZ- OROZCO, C. (Eds.) Becoming Brazuca. Brazilian Immigration to the United States. David Rockfeller Center For Latin American Studies, Harvard University Press, 2008.

JOUËT-PASTRÉ, C.; BRAGA, L. “Community-Based Learning: A Window into the Portuguese-speaking Communities of New England”. Hispania 88 (4), 2005: pp.576-585.

JOUËT-PASTRÉ, C.; LOVELESS, M.; BRAGA, L. (Eds.). Giving Voice to a Nascent Community: Exploring Brazilian Immigration to the U.S. through Research and Practice. Cambridge: David Rockefeller Center for Latin American Studies, 2004. Disponível em: http://www.drclas.harvard.edu/files/GivingVoiceFINAL.pdf.

KESSNER, T.; CAROLI, B. B. Today's Immigrants, Their Stories: A Look at the Newest Americans. New York: Oxford University Press, 1981.

KIRSHNER, J. A União Tem Força. A Comparative Study of Labor Union Outreach to Brazilian Immigrant Workers in Boston. In: Association of Collegiate Schools of Planning “Planning Matters!" Annual Conference, Portland, Oregon, 2004.

KORIN, E. C.; PETRY, S. S. de C. "Brazilian Families". Ethnicity and Family Therapy; Monica McGoldrick; Joe Giardano; Nydia Garcia-Preto (Eds.) 3rd edition. New York: The Guilford Press, 2005, pp. 166-177.

KUGEL, S. Expanding ESL Services For Immigrants in Framingham and Metrowest. Kennedy School of Government, Harvard University, mss, 1997.

LAMPHERE, L. Book review: “Little Brazil: An Ethnography of Brazilian Immigrants in New York City”. (Margolis, M.) Journal of American Ethnic History, vol. 15, n°.4, Summer 1996, pp. 74-75.

LEON, T. de. Clandestinas-Aventuras Verídicas de uma Guia de Imigrantes Ilegais nas Fronteiras Americanas. Rio de Janeiro: Domínio Público, 1996.

LEVITT, P. They Preyed in Boston and It Rained in Brazil: Toward an Understanding of Transnational Migration and Its Role in the Globalization of Religious Life. Paper presented New School University, New York, March, 2001.

__________. “Variations in Transnational Belonging: Lessons from Brazil and the Dominican Republic". Dual Nationality, Social Rights and Federal Citizenship. Randall Hansen and Patrick Weil (Eds.). Oxford: Bergahn Press, 2002.

LEVITT, P.; DELA DEHESA, R. The Role of the State in Shaping Transnational Political Participation. In: 21st Meeting of the Latin American Studies Association, Chicago, September 1998, pp. 24-26.

LIMA, A.; SIQUEIRA, C. Brazilians in the U.S. and Massachusetts: Demographic and Economic Profile. Boston: The Mauricio Gastón Institute, 2008.
Disponível em: http://www.gaston.umb.edu/articles/Lima_&_Siquiera_demo_braz_2008.pdf.

LOBO, A. P.; SALVO, J. J. The Newest New Yorkers 2000. Population Division, New York City Department of City Planning, 2004.
Disponível em: http://www.nyc.gov/html/dcp/html/census/nny.shtml.

LOURENÇO, C. de. "Disjuncture and Difference, Brazilians in the USA and Politics of (not)Belonging". International Journal of Diversity in Organizations, Communities and Nations 4, 2006: 499-504.

LOURENÇO, C. de.; McDONNELL, J. The Politics of Identity: Brazilian Women Workers in Massachusetts. In: Annual Meeting of the Latin American Studies Association, Las Vegas, 2004.

MACHADO, I. J. de R. Brasileiros em Portugal: Identidades e Estereótipos. In: Mini-Seminário “Brazilians outside Brazil”. Coral Gables: University of Miami, 2002.

MAGALHÃES, V. B. de. Diversity Among the Brazilians in South Florida: The Case of the Gays and Lesbians. In: Meetings of the Latin American Studies Association, Las Vegas, 2004.

__________. O Brasil no Sul da Flórida: Subjetividade, Identidade e Memória . Tese de Doutoramento da Universidade de São Paulo, 2006.

MAIA, S. “Stripping on the Margins: Brazilian Women Immigrants and the New Geography of New York City”. Unpublished mss. Graduate Center-CUNY, New York, 2001.

__________. Becoming a Brazilian Dancer: Performing Seduction and National Identity. In: Meetings of the Latin American Studies Association, Las Vegas, 2004.

MAISONNAVE, F. Talking About Color and Border Lines: Afro-Brazilian Immigrants in Danbury, Connecticut During the Late Twentieth Century. M.A. thesis, University of Connecticut, 2000.

MARCUS, A. P. Once Again: Brazilians are not Hispanic. Brazzil, October 2003a. Disponível em: http://www.brazzillog.com/2003/html/articles/oct03/p112oct03.htm.

__________. Misrepresentations Within the Hispanic and Latino Populations in the USA: The Overlooked Brazilian Population in Massachusetts. Unpublished mss. Department of Geosciences, University of Massachusetts, Amherst, 2003b.

__________. The Geography of Ethnic and Racial Identities and Complexities in Brazil. Tese de Mestrado. Universidade de Massachusetts, Amherst, 2004a.

__________. Brasileiros em Massachusetts, EUA.: a identidade étnica de uma minoria invisível. In: Meetings of the Brazilian Studies Association, Rio de Janeiro, 2004b.

__________. Creating Spaces and Places in the U.S. Global South: Brazilians in Marietta, Georgia. University of Massachusetts, Amherst, 2008. MARGOLIS, M. "Brazil and the United States, Stay Away." The Economist, October 29, 1994, pp. 48 - 50.

MARGOLIS, M. L. “A New Ingredient in the `Melting Pot': Brazilians in New York City.” CITY & SOCIETY 3 (2), 1989: 179-87.

__________. “From Mistress to Servant: Downward Mobility Among Brazilian Immigrants in New York City.” Urban Anthropology 19, (3), 1990a: 1-17.

__________. “An American in Governador”. In: The Brazilians, n°. 18, September 1990; 4. 1990b.

__________. Women in International Migration: The Case of Brazilians in New York City. Conference Paper No. 66. Columbia University - New York University Consortium for Latin American and Caribbean Studies, 1992.

__________. Little Brazil: An Ethnography of Brazilian Immigrants in New York City. Princeton: Princeton University Press, 1994.

__________. “Brazilians and the 1990 United States Census: immigrants, ethnicity, and the undercount”. Human Organization, vol. 54, n°.1, Spring 1995a, pp. 52-59.

__________. “Social Class, Education and the Brain Drain among Brazilian Immigrants to the United States.” Network, vol. 5 (1): 6, 1995b. Centro de Estudos Norte-Americanos, Conjunto Universitário Candido Mendes, Rio de Janeiro.

__________. “Transnationalism and Popular Culture: The Case of Brazilian Immigrants in the United States”. Journal of Popular Culture 29 (1), 1995c: 29-41.

__________. “A Minoria Invisível: Imigrantes Brasileiros em Nova York”. Travessia - Revista do Migrante 8 (21), 1995d: 9-15.

__________. “Brazilians.” American Immigrant Cultures. David Levinson and Melvin Ember (Eds.). New York: Macmillan Reference, 1996, pp. 99-104.

__________. Nós NÃO somos imigrantes: brasileiros em Nova York e no Rio de Janeiro. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. An Invisible Minority: Brazilians in New York City. Boston: Allyn & Bacon, 1998a.

__________. “We Are Not Immigrants: Contested Categories Among Brazilians in New York City and Rio de Janeiro.” Diasporic Identity: Selected Papers in Refugees and Immigrant Issues. Carol A. Mortland (Editor).General Anthropology Division, American
Anthropological Association, 1998b, pp. 30-50.

__________. “Some Political Dimensions of Transnationalism: The Brazilian Case.” Network 9 (2): 7. Centro de Estudos Norte-Americanos, Conjunto Universitário Candido Mendes, Rio de Janeiro, 1998c.

__________. “With New Eyes: Returned International Immigrants in Rio de Janeiro”. Raízes e Rumos: Perspectivas Interdisciplinares em Estudos Americanos. Sonia Torres (Ed.). Rio de Janeiro: Editora 7 Letras, 2001a, pp. 239-244.

__________. “Notes on Transnational Migration: The Case of Brazilian Immigrants”. Negotiating Transnationalism: Selected Papers in Refugees and Immigrants. Marycarol Hopkins and Nancy Wellmeier (Eds). General Anthropology Division, American
Anthropological Association, 2001b, pp. 202-222.

__________. “Dr. Norma Wollner, Eminent Brazilian Immigrant”. Making It in America: A Biographical Sourcebook of Eminent Ethnic Americans, Elliot R. Barkan, ed. ABC-Clio Books, 2001c.

__________. “Separation and Divorce in Brazilian Immigrant Families”. In: Contemporary Ethnic Families in the United States: Characteristics, Variations, and Dynamics. Nicole V. Benokraitis (Ed.). New York: Prentice Hall, 2002a, pp. 319-321.

__________. Becoming Brazucas. In: Conferência “What about other Latinos?” Cambridge-MA, Harvard University, April 5 2002b.

__________. “Brazilians in the United States, Canada, Europe, Japan and Paraguay”. In: Encyclopedia of Diasporas, Melvin Ember, Carol R. Ember and Ian Skoggard (Eds.). Kluwer Academic/Plenum, 2004, pp. 602-615.

__________. “Brazilians in New York State”. The Encyclopedia of New York State. Peter Eisenstadt (Eds). Syracuse, NY: Syracuse University Press, 2005.

__________. “September 11th and Transnationalism: The Case of Brazilian Immigrants in the United States”. Human Organization, vol. 67, n°. 1, Spring 2008.

MARROW, H. B. “To Be or Not to Be (Hispanic or Latino): Brazilian Racial and Ethnic Identity in the United States”. Ethnicities 3, 2003: pp. 427-464.

__________. Coming to Grips with Race: Second-Generation Brazilians in the United States. In: Reunião da Brazilian Studies Association - BRASA, Rio de Janeiro, 9-12 de Junho, 2004.

MARTES, A. C. B. "Trabalhadoras Brasileiras em Boston." Travessia - Revista do Migrante, Set. - Dez. 1996a: pp. 19-23.

__________. “A Atuação das Igrejas entre os Imigrantes Brasileiros nos Estados Unidos." Multiciência, vol. 1, n°. 1, 1996b: pp. 109-117.

__________. Solidarity and competition - access to the labor market and the role of the churches among greater Boston’s Brazilian immigrants. In: New England Sociological Association, Fall River, 1996c.

__________. Ministério das Relações Exteriores e emigração brasileira. Trabalho apresentado no Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, CEMI-UNICAMP, Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa, Out. 1997.

__________. Citizenship and Solidarity: The Construction of Identities among Brazilian Immigrants in Massachusetts. In: 21st Meeting of the Latin American Studies Association, Chicago, September, 1998: pp. 24-26.

__________. Migração internacional e o mercado de trabalho: um estudo sobre imigrantes brasileiros em Boston. In: XI Jornada de Estudos Americanos - ‘Raízes e Rumos / Roots & Routes’, Associação Brasileira de Estudos
Americanos (ABEA), UFF, Rio de Janeiro (RJ), 14 a 16 de Julho de 2000a.

__________. Brasileiros Nos Estados Unidos: Um Estudo Sobre Imigrantes em Massachusetts. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2000b.

__________. Brazilian Entrepreneurs in Boston: Trust and Solidarity. In: Meetings of the Latin American Studies Association, Washington D.C., September 2001a: pp. 6-9.

__________. "A Emigração Brasileira e os Pequenos Empresários." In: Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001b: pp. 375-393.

__________. "Emigração Brasileira e Mercado de Trabalho". Raízes e Rumos: Perspectivas Interdisciplinares em Estudos Americanos. Sonia Torres (Ed.). Rio de Janeiro: Editora 7 Letras, 2001c: pp.245-253.

__________. Brazilians in Boston: Race and Ethnicity. In: Symposium What About the Other Latinos? Central and South Americans in the United States. David Rockefeller Center for Latin American Studies, Harvard University, Cambridge, April 2002.

__________. "Nos EUA, O Que Somos Nós? Latinos, Hispânicos, Brancos ou ‘Outros’”. Psicologia, E/Imigração e Cultura. Sylvia Dantas DeBiaggi; Geraldo José de Paiva (Eds.). São Paulo: Casa de Psicólogo Livraria e Editora Ltda, 2004: pp. 97-110.

MARTES, A. C. B.; FLEISCHER, S. R. Fronteiras Cruzadas: Etnicidade, Gênero e Redes Sociais. Editora Paz e Terra, São Paulo, 2003.

MARTES, A. C.; RODRIGUES, C. "Church Membership, Social Capital and Enterpreneurship in Brazilian Communities in the US". Curt Stiles and Craig Galbraith (Eds.) Ethnic Entrepreneurship: Structure and Process. New York: Elsevier, 2004.

McDONNELL, J.; De LOURENÇO, C. Brazilian Immigrant Women in the Boston Area: Negotiation of Gender, Race, Ethnicity, Class and Nation. In: Annual Meeting of the American Sociological Association, San Francisco, 2004.

McDONNELL, J.; De LOURENÇO, C. Brazilian Immigrant Women Looking In and Looking Out: Race, Gender, Class and the Idea of Transnationalism. In: National Conference on Brazilian Immigration to the U.S. Harvard University, March, 2005.

MEIHY, J. C. S. B. Brasil Fora de Si: Experiências de Brasileiros em Nova York. Parábola, 2004.

MENAI, T. Nova York, do Oiapoque ao Chuí: relatos de brasileiros na cidade que nunca dorme. Casa da Palavra, Rio de Janeiro, 2007.

MENEZES, G. H. Filhas da Emigração: Sobre a Segunda Geração de Brasileiros nos EUA. Dissertação de Mestrado, Departamento de Antropologia, Universidade de Brasília, 2000.

MESSIAS, D. K. H. "Transnational Perspectives on Women's Domestic Work: Experiences of Brazilian Immigrants in the United States." Women & Health 33(1-2): 1-20, 2001.

MEYER, J.; DURAN, E. Manual do Imigrante. Luso Brazilian Books, New York, 2006.

MILLMAN, J. The Other Americans: How Immigrants Renew Our Country, Our Economy and Our Values. New York: Viking, 1997.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. “Atendimento Consular a Brasileiros no Exterior." In: Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001: pp. 95-96.

MORETTO, D. Descriptive Study of the Brazilian Immigrants Living in the Boston Area and Identification of Major Pre- and Post- Immigration Stress. Ph.D. dissertation, School of Education, Boston University, 1991.

MOTA, K. M. S. Brazilian Immigrants in the United States: Paths of Identities within a Bilingual Context. Ph.D. dissertation, Portuguese and Brazilian Studies, Brown University, 1999.

__________. “Aulas De Português Fora Da Escola: Famílias Imigrantes Brasileiras, Esforços De Preservação Da Língua Materna.” Caderno Cedes (Campinas): 24,(63), 2004: 149-163.

MOTTA, N. Nova York é Aqui - Manhattan de Cabo a Rabo. Rio de Janeiro: Objetiva, 1997.

MULCAHY, M. G. n.d. Brazilians in New Bedford and Fall River. Unpublished, mss, Department of Sociology, Brown University.

NORRIS, W. P. Book review: “Little Brazil - an ethnography of Brazilian in New York City”. (Margolis, M.) Contemporary Sociology, vol. 24, n°. 4, Jul. 1995, pp. 319-320.

NOVAES, C. E.; PERDIGÃO, P. A Travessia Americana. São Paulo: Editora Ática, 1984.

NETO, B. Aventureiros do Dólar: Romance de Amor entre os Emigrantes para os Estados Unidos. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1990.

OH, B. The Blending of Cultures: The Experiences of Korean-Brazilian Immigrants in the U.S. Ph.D. research, Department of Anthropology, University of California-Irvine, 2002.

PEBAYLE, R. “Un example d’émigration brésiliene aux U.S.A.” Revue Européenne des Migrations Internationales, vol. 12, n°. 12-2, 1996: pp. 235-239.
Disponível na página eletrônica: http://www.persee.fr/web/revues/home/prescript/article/remi_0765-0752_1996_num_12_2_1074.

PENHA, M. "Two Cases of Brasilidade in New York City". Torres, Sonia (Org.). Raízes e rumos: perspectivas interdisciplinares em estudos americanos. Rio de Janeiro: Editora Sete Letras, 2001.

PORTES, A. (Ed). The Economic Sociology of Immigration: Essays on Networks, Ethnicity, and Entrepreneurship. Russel Sage Foundation, New York, 1995.

PORTES, A.; RUMBAUT, R. Immigrant America: A Portrait. Berkeley: University of California Press, 1996.

REIS, R. R.; SALES, T. (Eds.). Cenas do Brasil Migrante. Boitempo: São Paulo, 1999.

RESENDE, R. Tropical Brazucas: A Preliminary Study of Brazilians in South Florida. In: Mini-Seminário "Brazilians Outside Brazil". Coral Gables: University of Miami, 2002.

RHEDA, R. Pau-de-Arara Classe Turística. Rio de Janeiro: Record, 1996.

RIBEIRO, G. L. "Bichos-de-Obra - Fragmentação e Reconstrução de Identidade." Revista Brasileira de Ciências Sociais 7 (18), 1992: pp. 30-40.

__________. Brazilians Are Hot, Americans Are Cold: A Non-structuralist Approach to Brazilians Bodies and Culture in San Francisco. In: Annual Meetings of the American Anthropological Association, San Francisco, 1996.

__________. Street Samba: Carnival and Transnational Identities in San Francisco. In: IV Congress of the Brazilian Studies Association, Washington D.C., 1997a.

__________. Vulnerabilidade e ambiguidade. Cidadania na situação de emigrante em São Francisco, Califórnia. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. “Goiânia, Califórnia. Vulnerabilidade, Ambigüidade e Cidadania Transnacional". Série Antropologia 235, Departamento de Antropologia, Universidade de Brasília, Brasília, 1998.

RIEDINGER, E. Brazilian Americans, an Emerging Hispanic Group in the United States. In: IV Conferência da BRASA (Brazilian Studies Association), Washington, D.C., 1997.

ROBERTS, T. E. Health Beliefs among Brazilians Resident in Massachusetts. Ph.D. dissertation, Department of Nursing, Boston College, 2004.

ROCHA, F. M. da. Brazilian Struggles and Victories in Massachusetts. In: Conference on Brazilians in the U.S.: Another Invisible Latino Diaspora. Aliança Brasileira nos Estados Unidos, Central Connecticut State University, New Britain, April 2004.

ROSSI, A. M.; TODD MANCILLAS, W. R. “A Comparison of Managerial comunication strategies between Brazilian and American women”. In: Communication Research Report; vol. 2, n°.1, Dec. 1985, pp. 128-134.

RUBINSTEIN-AVILA, E. "Brazilian Portuguese in Massachusetts's Linguistic Landscape: A Prevalent Yet Understudied Phenomenon." Hispania 88 (4), 2005: pp. 873- 880.

RUDRAPPA, S.; BAIOCCHI, G. Seeing ourselves in Black and White: South Asians and Brazilians in the United States. American Sociological Association (ASA), 1996.

SÁ, J. M. de. Attachment to Childhood Places in Adult Memory and Brazilian Immigrant's Sense of Well Being in the USA. Tese de Doutorado, University of Massachusetts, Amherst, 1998.

SÁ, S. M. A. Cultural Adaptation and Barriers among Brazilian Graduate Students in the United States. Tese de Doutorado, University of Florida, Gainesville, 1980.

SACHS, D. Recent Brazilian Immigrants to the U.S.: Stress and How to Cope with It. Lecture presented to the Columbia Brazil Seminar, New York, November 1994.

SALES, T. Entre Governador Valadares e Framingham, Massachusetts: ilegalidade, mercado de trabalho e redes sociais. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. “A legitimidade da condição clandestina”. Travessia - Revista do Migrante, Jan./Abr. 1998, pp.13-16.

__________. Brasileiros Longe de Casa, São Paulo, ed. Cortez, 1999a. English edition: Brazilians Away From Home. New York: Center for Migration Studies, 2003.

__________. “Pensando a terceira idade da primeira geração de imigrantes brasileiros nos EUA”. Travessia - Revista do Migrante, Ano XII, n°.35, Set./Dez. 1999b.

__________. “Constructing an Ethnic Identity: Brazilian Immigrants in Boston, Mass”. Migration World Magazine, V, XXVII, n°. 1-2, 1999c, pp.15-21.

__________. "Segunda Geração de Emigrantes Brasileiros nos EUA." In: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento (CNPD). Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília, 2001: pp. 361-374.

SALES, T.; LOUREIRO, M. “Imigrantes Brasileiros Adolescentes e de Segunda Geração em Massachusetts, EUA.” In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudos Populacionais da ABEP ST34-(GT Migração) Migrações internacionais, Caxambu, 2004.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/site_eventos_abep/PDF/ABEP2004_80.pdf.

SALES, T.; SALLES, M. do R. R. Políticas Migratórias: América Latina, Brasil e Brasileiros no Exterior. São Carlos: Editora Sumaré, 2002.

SANTOS, G. A. dos. "O Caso dos Migrantes da Cidade de Criciúma Brasil/Para os Estados Unidos". Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales. Universidad de Barcelona 94(13), 2001.
Disponível em http://www.ub.es/geocrit/sn-94-13.htm.

SCUDELER, V. C. Imigrantes valadarenses: experiência migratória, legalização e status ocupacional no mercado de trabalho norte-americano. In: XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, Caxambu (MG), 23 a 27
de Outubro de 2000.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2000/Todos/migt16_4.pdf.

SANDER, J. Brazilian Culture in the US. Helium. Disponível na página eletrônica: http://www.helium.com/items/154302-brazilian-culture- onethere-different.

SANTIAGO, S. Stella Manhattan. George Yúdice (Trad.). Durham: Duke University Press, 1994.

SCOTTO, L. A. 46th Street: O Caminho Americano. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.

SILVA FILHO, A. “Abobrinhas, Insultos e Barrigadas”. GV NEWS, Jan. 1994, pp.16-17, Governador Valadares (MG).

SILVA FILHO, A. A Epidemia Valadarense Que Contaminou América. Governador Valadares, Minas Gerais, 1995.

SIQUEIRA, C. E.; LOURENÇO, C. de. Brazilian Immigration to Massachusetts: Newcomers to a Foreign Land. In: Meetings of the Latin American Studies Association, Las Vegas, 2004.

SIQUEIRA, S. “O sonho frustrado e o sonho realizado: as duas faces da migração para os EUA”. Revista Nuevo Mundo, Mundos Nuevos, 2007.
Disponível na página eletrônica: http://nuevomundo.revues.org/index5973.html.

SIQUEIRA, S. Sonhos, sucesso e frustrações na emigração de retorno Brasil/Estados Unidos. Coleção Trabalho e Desigualdade. Editora Argumentum. Belo Horizonte, 2009.

SOARES, J. The 1994 Portuguese-Speaking Aids Education Survey. Boston: Department of Public Health, 1994.

SOARES, W. "Ser Valaderense: A Conquista de Nova Posição no Espaço Social e a (Re)territorialização na Origem". Travessia - Revista do Migrante, Jan. – Abr. 1995a, pp.23-27.

__________. Emigrantes e Investidores: Redefinindo a Dinâmica Imobiliária na Economia Valadarense. Dissertação de Mestrado, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1995b.

SOARES, W. e FAZITO, D. Quando o “Direito de Escolha” não é um Direito: da distinção estrutural entre migrantes internacionais regulares e irregulares em Governador Valadares. Trabalho apresentado no XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set.- Out. 2008. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2008/docsPDF/ABEP2008_1040.pdf.

SOUZA, H. "Brazilian Neighborhoods in Boston". In: The Brazilian Monthly 1 (July 1992), pp. 1-3.

__________. "We Are Here to Stay." The Brazilian Monthly 2 (21):5, 1993.

__________. "Is It a Fight, Is it a Dance. It's Capoeira!" The Brazilian Monthly 3 (27), 1994: 1-3.

__________. Imigrantes brasileiros em Boston: testemunhos, experiências e reivindicações. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. "Associações Brasileiras em Boston: Um Primeiro Olhar". Travessia - Revista do Migrante 34 (8), 1999.

__________. Brazilians in Boston: Before and After 9/11. In: Symposium “What About the Other Latinos?”. Central and South Americans in the United States. David Rockefeller Center for Latin American Studies, Harvard University, Cambridge, April 5, 2002a.

__________. "Language Loss and Language Gain in the Brazilian Community: The Role of Schools and Families". Lifting Every Voice: Pedagogy and Politics of Bilingualism, Zeynep F. Beykont (Ed.). Cambridge: Harvard Education Publishing Group, 2002b.

__________. The Brazilian Community of New England: An Economic Profile. Document prepared for the 8th Brazilian Independence Day Festival, 2002c.

SIQUEIRA, C. E.; LOURENÇO, C. de. "Brazilians in Massachusetts: Migration, Identity, and Work". Latinos in New England, Andres Torres, ed. Philadelphia: Temple University Press, 2006.

STACK, J.; WARREN, C. "Ethnicity and Politics in Miami". Miami Now! Immigration, Ethnicity, and Social Chance; Guilhermo Grenier e Alex Stepick (Ed.). Gainesville: University of Florida Press, 1992.

STEIGENGA, T.; VASQUEZ, M.; WILLIAM, P. A Place to Be: Brazilian, Guatemalan, and Mexican Immigrants in Florida’s New Destinations. Rutgers University Pressoming, co-edited with Philip Williams and Timothy Steigenga. No prelo.

STRATEGIER, V. Made in Brazil, Imagining America: Brazilian Immigrants in New York City. M.A. thesis, Department of Social Anthropology, Utrecht University, 2006.

THOMPSON, J. Commercial Spaces: Facilitators of Transnationalism in New York City Brazilian Ethnic Enclaves. Senior Honors Thesis, Department of Geography, Dartmouth College, Hanover, NH, 2006.

TONINI, A. Como é viver nos EUA. Gazeta. 2007.

TOSTA, A. "Latino, eu? The Paradoxical Interplay of Identity in Brazuca Literature". Hispania 87 (3), 2004: pp. 576-585.

__________. "Between Heaven and Hell: Perceptions of Brazil and the United States in Brazuca Literature". Hispania 88 (4), 2005: pp. 713-724.

__________. "American Dream, Jeitinho Brasileiro: On the Crossroads of Cultural Identities in Brazilian-American Literature". A Companion to US Latino Literatures, Carolta Caulfield and Darién Davis (Eds.). Colección Támesis, Serie A: Monografías, 234.
Rochester, NY: Boydell & Brewer, 2007, pp. 140-157.

VIANINI, H. Brasileiros no Canadá: associativismo e imprensa imigrante. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

VIEIRA, E. R. P. (Ed.). Anais da Conferência Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada. In: Simpósio Representações do Exílio e da Migração. Rio de Janeiro, 2006.

WERNECK, J. I. Com Esperança no Coração: os imigrantes brasileiros nos Estados Unidos. São Paulo: Augurium Editora, 2004.

WESTFRIED, A. H. “The emergence of the democratic Brazilian middle-class family: a mosaic of contrasts with the American family (1960-1994)”. Journal of Comparative Family Studies, vol. 28, n°.1, Spring 1997, pp. 25-53.

ZABOROWSKI, D. The Migratory Process of Brazilians Living in Los Angeles: An Analysis of Subjective Experiences. Tese de Doutorado, University of California. Berkeley, 1999.

ZONINSEIN, M. Book-Review. JOUËT-PASTRÉ, C.; BRAGA, L. J.; SUÁREZ- OROZCO, C. (Eds.) Becoming Brazuca. Brazilian Immigration to the United States. David Rockfeller Center For Latin American Studies, Harvard University Press, 2008. 
Disponível em: http://www.drclas.harvard.edu/brazil/becomingbrazuca.


 

AMÉRICA LATINA E CARIBE

ARGENTINA

ESPÍNOLA, J. C. "La Inmigración Brasileña en el Este Misionero Argentino: Nuevo Examen de un Antiguo Problema". Revista Paraguaya de Sociologia 29 (85): 133-155, 1992.

GÓMEZ, P. M. S. e TORRES, E. Redes sociales en la migración paraguaya y brasilera hacia la Argentina. Un análisis comparativo de las redes de ayuda y los vínculos binacionales. Trabalho apresentado no XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set.- Out. 2008. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2008/docsPDF/ABEP2008_1360.pdf.

HASENBALG, C. A. “Imigrantes Brasileiros na Argentina: um perfil sociodemografico”. Serie Estudos n°.101, Rio de Janeiro: IUPERJ, 1999.

RUFINO, R. "¿Qué hacés acá? Una etnografía de la experiencia de (y las representaciones sobre) los brasileños y las brasileñas en el interior de la Argentina". Tese de Mestrado em Antropologia pela Universidad Nacional de Córdoba.

SORA, G. "Traducir el Brasil. Una antropología de la circulación internacional de las ideas." Buenos Aires, Libros Del Zorzal, 2003.

 

BOLÍVIA

ALMEIDA, A. W. B. "Exportação das Tensões Sociais na Amazônia: Brasivianos, Brasuelanos e Brajolas: Identidades Construídas no Conflito". Travessia - Revista do Migrante, Jan. - Abr. 1995, pp. 28-36.

MOREIRA, K. C. P. Análise da migração internacional na Amazônia boliviana. Trabalho apresentado no XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set. 2010. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2010/docs_pdf/tema_6/abep2010_2015.pdf.
 

GUIANA FRANCESA

AROUCK, R. "Brasileiros na Guiana Francesa". Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001, pp. 327-343.

CONTE, M. I. de. A Ponte Sobre o Rio Oiapoque: uma ponte ‘transoceânica’ entre o Brasil e a França, entre o Mercosul e a União Européia? Dissertação de Mestrado. FFLCH/USP, 2008. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-
03042008-142738/
>.

MARTINS, C. das Chagas. Relações Bilaterais Brasil/França: a nova perspectiva brasileira para a fronteira Amapá/ Guiana Francesa no contexto global. Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais, UNB, 2008.

PIANTONI, Frédéric. L’enjeu migratoire em Guyane française. Ibis Rouge Éditions., Matoury, Guyane, 2009. Sinopse em: http://www.ibisrouge.fr/livre.php?ref=327.

PINTO, M. de J. de S. A vida no limite. Atividades ilegais, migração irregular e direitos humanos na fronteira entre o Estado do Amapá e a Guiana Francesa. REMHU (Brasília), vol. 16, pp. 354-361, 2008.

__________. O Fetiche do Emprego: um estudo sobre as relações de trabalho de brasileiros na Guiana Francesa. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Pará, 2007.

POLICE, G. Eudorado - Le Discurs Brésilien sur la Guyane Française. Ibis Rouge Éditions. Caiena: 2010.

 

PARAGUAI

BRAGIOLI NETO, A. Brasiguaios: trajetórias migratórias e lutas pela terra. Dissertação de Mestrado, Departamento de Sociologia Rural, UFRGS, 1991.

BRUNETTO, E. Os Brasiguaios: trabalhadores rurais e trabalhadores sem terra no lado de lá da fronteira. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa, Out. 1997.

CORTEZ, C. Brasiguaios: Os Refugiados Desconhecidos. São Paulo: Brasil Agora, 1993.

FOGEL, R.; GRECO, A. Migraciones Internacionales, fronteiras e integracion el caso del Brasil e Paraguai. In: Encontro de Estudos sobre Fronteira, Out. 1992. Folheto 893.

PALAU, T. “Brasiguaios”. In: Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001, pp. 345-360.

PEBAYLE, R. “Les Brésilguayens, Migrants Brésiliens au Paraguay”. Revue Européenne des Migrations Internationales 10(2), 1994: pp. 73-86.
Disponível em: http://www.persee.fr/web/revues/home/prescript/article/remi_0765-0752_1994_num_10_2_1408.

SILVA, H. M. A Colonização Teuto-Brasiguaia no Oriente Paraguaio: Meio Ambiente, Economia e Condicionamento Cultural numa Fronteira Binacional. Tese de Doutourado, Universidade Estadual de Maringá, Paraná, 2003.

SOUCHAUD, S. “Migrations et mutations des systèmes agraires; la culture brésilienne du soja au Paraguay”. Revue européenne des migrations internationales, vol. 18, n°. 2, 2002. Disponível em: http://remi.revues.org/index1649.html.

SPRANDEL, M. A. “Brasiguaios: Os Camponeses e as Regras do Jogo Político nas Fronteiras”. Travessia - Revista do Migrante, Set. 1991.

__________. Brasiguaios: Conflito e Identidade em Fronteiras Internacionais. Dissertação de Mestrado, Departamento de Antropologia Social, Museu Nacional/UFRJ, 1992.

__________. Brasileiros de fronteira: o caso do Paraguai. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. “Brasiguayos: una identidad de frontera y sus transformaciones”. Alejandro Grimson. (Org.). Fronteras, naciones e identidades - la periferia como centro. 1° ed. Buenos Aires: Ciccus-La Crujía, 2000, vol. 1, pp. 321-332.

WAGNER, C. Brasiguaios: Homens Sem Pátria. Vozes, Petrópolis, 1990.

WILSON, J. F.; HAY, J. D.; MARGOLIS, M. L. “The Bi-National Frontier of Eastern Paraguay”. The Human Ecology of Tropical Land Settlement in Latin American. Debra A. Schumann and William L. Partridge (Eds.). Boulder: Westview
Press, 1989, pp. 199-237.



SURINAME

CAMPOS FRANÇA, M. S. de. Apanjaht: a expressão da sociedade plural no Suriname. Tese de Doutorado, Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília, 2004.

HÖFS, C. C. “O barco vai se levando: retrato de uma imigrante brasileira em Paramaribo, Suriname”. REMHU - Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana, CSEM, Brasília, vol. XV, n°. 29, 2005, pp. 47-70.

__________. Yu Kan Vertrouw Mi - Você pode confiar, 2006. Dissertação de Mestrado em Antropologia, UNB, 2006.

KANDHAI, M. "Brazilianen in Paramaribo-Noord" (Brasileiros no norte de Paramaribo.). 2009. Observação: trabalho de conclusão final de curso de graduação. Não foi, ainda, publicado por editora.

Sodireitos/GAATW REDLAC. "Pesquisa tri-nacional sobre tráfico de mulheres do Brasil e da República Dominicana para o Suriname. Uma intervenção em rede." Belém, Sodireitos, 2008.

 

VENEZUELA

ALMEIDA, A. W. B. “Exportação das Tensões Sociais na Amazônia. Brasivianos, Brasuelanos e Brajolas: identidades construídas no conflito”. Travessia - Revista do Migrante, Jan. - Abr. 1995, pp.28-36.

 

MERCOSUL

BABACE, H. “La libre circulación de los trabajadores en el Mercosur”. VAZQUEZ, Maria Cristina et al. Estudios Multidisciplinaes sobre el Mercosur. Montevideo, Faculdade de Derecho, Universidad de la Republica, 1995, pp. 105-134.

CAROZZI, M. J. "Cuando los Dioses Migran: Religiones Afro-Brasileñas y Neopentacostalismo en el Mercosul". Travessia - Revista do Migrante, n. 33, Jan. 1999.

CASTELLO, I.; HAUSEN E. C.; LEHNEN, A. C.; SCHAFFER, N. O.; SILVA, P. C. da; SOUZA, S. B. (Orgs.). Práticas de Integração nas Fronteiras: temas para o Mercosul. UFRGS, Instituto Goethe/ICBA, Porto Alegre: 1995.

STROHAECKER, T. (Orgs.). Fronteiras na América Latina - Espaços em Transformação. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS-FEE, 1997, 270 p.

FRIGERIO, A. La expansión de religiones afro-brasileñas en el Cono Sur: representaciones conflictivas de cultura, raza y nación en un contexto de integración regional. Albuquerque, NM: The University of New Mexico, 2000.

GONÇALVES, J. S. “Agricultura brasileira: globalização e integração no Mercosul”. Travessia - Revista do Migrante, n. 33, Jan. 1999.

HAESBAERT, R.; SILVEIRA, M. "Migração Brasileira no Mercosul". Travessia - Revista do Migrante, n. 33, Jan. 1999.

KRAUER, J. C. H. Mercado de trabajo y migracion en el contexto del Mercosur. Asuncion: Ceppro, 1996, 75p.

LATTUCA, A. “Los migrantes de la comunidad integrada en la alternativa utilitaria o humanista circulacion / movilidad / migracion”. Mercosur: balance y perspectivas. Encuentro Internacional de Derecho de America del Sur, Montevideo, 17-20 Mayo 1995, pp. 431-441.

MARQUES, R. M. Os problemas da proteção social dos imigrantes: o contexto do Mercosul. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

ORO, A. P. "Migração Religiosa Afro-Brasileiro de Porto Alegre para o Mercosul". Travessia - Revista do Migrante, n. 33, Jan. 1999.

PATARRA, N. L. Movimentos migratórios no Mercosul: modalidades de migração internacional contemporânea. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. Integração econômica, mercado de trabalho e migração internacional: o caso do Mercosul. In: Seminário Regional Globalización y Migración Internacional en Latinoamerica y el Caribe: tendências y perspectivas para el siglo XXI, 27-29 Out. 1998, Santigo, Chile.

__________. “Economic Integration, Labor Market and International Migration: the Mercosur Case”. Brazilian Journal of Population Studies/REBEP vol. 2, 1999/2000.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/Rebep_ingles_n.2/patarra.pdf.

SALES, T. “Migrações de Fronteira entre o Brasil e os Países do Mercosul”. Revista Brasileira de Estudos de População, vol. 13, n°. 1: 1996, pp. 87-98.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol13_n1_1996/vol13_n1_1996_6notasdepesquisa_87_98.pdf.

SPRANDEL, M. A. "Os Movimentos de Repatriamento". Travessia - Revista do Migrante, n°. 22, Mai. 1995.

__________. “Entre as Leis e as Realidades Localizadas as Tentativas de Construção de um Mercado Comum Solidário". Travessia - Revista do Migrante, n. 33, Jan. 1999.

 

EUROPA

GERAL

3° Encontro Europeu da Rede de Brasileiras e Brasileiros no Exterior. Relatório Final. Junho de 2009. Disponível em: http://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/BRMundo/pt-br/file/Documento%20Barcelona%202009%20(versao%20atualizada%2004%20de%20outubro).pdf.

ALEMANHA

FREI, K. "Wer sich maskiert, wird integriert: Der Karneval der Kulturen in Berlin", Hans Schiler Verlag, Berlin, 2003.

GOEHTE, T. (Hg.): "Im Handgepäck Rassismus: Beiträge zu Tourismus und Kultur", Verlag Informationszentrum Dritte Welt (iz3w), Freiburg 2002.

GUERRA HERNANDEZ, H. Vamos Muvucar Berlim. Discurso de inclusão e exclusão
ao interior de um coletivo afro-brasileiro em Berlim. Dissertação de
Mestrado, Freie Universität Berlin 2005

NUNES, A. “‘Nur die Edelsteine Kommen aus Brasilien’ Brasilianen in Deutschland” (‘Somente as pedras preciosas vêm do Brasil’ Brasileiros em Berlim), 2001.

UBALDO RIBEIRO, J. Um Brasileiro em Berlim (crônicas). Ed. Nova Fronteira, 1995.
 

BÉLGICA

ALVES, H. A. L'Immigration des Brésiliens Sans Papier à Bruxelles - Au delá des Raisons Economiques. Trabalho para obtenção de Licenciatura ante a "Faculté Ouverte de Politique Economique et Sociale" da Universidade Católica de Louvain, 2005.

OIM. "Evaluation des tendances migratoire brésiliennes et programmes d'assistance au retour volontaire au départ des États membres sélectionnés de l'Union Européenne (UE) vers le Brésil", 2008. Disponível em: http://www.belgium.iom.int/reab/EN/resources.html.

PEREIRA, M. "Percurso entre direitos e estratégias de (sobre)vivência". Abraço ASBL, Julho de 2008. Disponível em: http://www.abraco-asbl.be/.

 

ESPANHA

BARTH, D. L. Brasileiros na Espanha: Internet, Migração transnacional e redes sociais. Dissertação de Mestrado em Comunicação Social. Unisinos: 2009.

CAVALCANTI, L. O protagonismo empresarial imigrante a partir de uma perspectiva de gênero: o caso das brasileiras nas cidades de Madri e Barcelona. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 7, Santa Catarina, 2006.

MASANET, E. De Brasil a España: un estudio sobre la migración desde una perspectiva integrada de los lugares de origen y de destino. Universidad de Alicante, 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/10045/13840.

__________. Las prácticas transnacionales entre Brasil y España: un análisis de las redes sociales en origen y en destino. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008.

MAYORGA, C. Identidade, Migração e Gênero: O caso de mulheres brasileiras prostitutas em Madrid. Texto apresentado no Seminário Internacional Fazendo Gênero 7, Santa Catarina, 2006.

MESSEDER, S. A. ¿Por qué es la antropóloga, por eso no es "puta" brasileña? Do mito fundador ao imaginário da mulher brasileira na Comunidade Autônoma de Galícia. Trabalho apresentado no XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set.- Out. 2008. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2008/docsPDF/ABEP2008_1630.pdf.

PISCITELLI, A. “Sujeição ou subversão? Migrantes brasileiras na indústria do sexo na Espanha”. Histórias e Perspectivas, Uberlândia (35): pp. 13-55, Ago. - Dez. 2006.


ITÁLIA

CARITAS: "LA PRESENZA BRASILIANA IN ITALIA. COMPENDIO STATISTICO". Disponível em: http://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/BRMundo/pt-br/file/Rapporto%20immigrazione%20brasiliana%20in%20Italia.pdf.

BÓGUS, L.; BASSANEZI, M. S. “Do Brasil para a Europa - Imigrantes Brasileiros na península Itálica neste final de século”. In: Anais do X Encontro de Estudos Populacionais. Caxambu, 1996, vol. 2, pp.893-916.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/1996/T96V2A12.pdf.

__________. Brasileiros Soggiornanti na Itália: um perfil sócio-demográfico. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. Brasileiros na Itália: Movimentos Migrátorios e Inserção Social. In: XXII Meetings of the Latin American Studies Association, Miami, 2000.

__________. "Brasileiros(as) na Itália: Nuovi Cittadini ou Extracomunitari" In: Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001, pp. 409-425.

PISCITELLI, A. “Intérêt et sentiment: Migration de Brésiliennes en Italie dans le contexte du tourisme sexuel international”. Migrations Societe; Lê grand tournant: De l’emigration à l’immigration (Colloque de Cerisy) 17(102): pp. 105-25, 2005.

RIZOLLI, M. "Identidades Culturais no Brasil Contemporâneo". Editora BH Studio Book's com os selos da Universidade Presbiteriana Mackenzie e o IBRIT. Artigo "A Rede Cultural Brasileira no Exterior", do Diretor-Executivo do IBRIT, Marco Antonio Ribeiro Vieira Lima, 2010.

__________. “Sexo Tropical em contextos do Primeiro Mundo: migração de brasileiras para Itália no contexto do turismo sexual”. Revista Estudos Feministas, vol. 15, n°. 3, pp. 717-744, 2008.
Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ref/v15n3/a14v15n3.pdf.

SAVOLDI, A. O caminho inverso: a trajetória dos descendentes de imigrantes italianos em busca da dupla cidadania. Florianópolis, Dissertação de Mestrado em Antropologia Social, UFSC, 1997.

SOUSA, I. C. F. de. “A integração de imigrantes brasileiras em Roma: conquistas e dificuldades”. Revista Imaginário.
Disponível em: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/scielo.php?pid=S1413-666X2007000100018&script=sci_arttext.

ZINGAROPOLI, S. “Intervista a Rosa Mendes, Tutela per le brasiliane in Italia. L’Associzaione donne brasiliane in Itália é stata fondata a Roma da um gruppo di immigrate brasiliane.” Anno III n.9 Ottobre 2003. 
Disponível em: http://www.musibrasil.net/articolo.php?id=370.

 

NORUEGA

BRATAAS, J. "Destino: Mundo!". Informações sobre o livro disponíveis em: http://destinomundo.zip.net/.

CESTARI, M. L.; MAAGERO, E.; TONNESSEN, E. S. (Orgs.). Networking Cultures. Brazilian-Norwegian Dialogues on Education and Culture. Ed. Kristiansand: Portal Books, Noruega, 2006.

DREYS, S. "A Sabedoria de Sofia". Informações sobre o livro disponíveis em: http://www.asabeca.com.br/detalhes.php?sid=18910116514102010154529&prod=4735&kb=967.

Cartilhas disponibilizadas pelo site da Embaixada do Brasil em Oslo:

Cartilha sobre Tráfico de seres humanos:
Disponível em: http://www.portalconsular.mre.gov.br/mundo/europa/reino-da-noruega/oslo/servicos/informacoes-em-portugues/cartilha-medico-hospitalar/4._cartilha_-_trafico_de_seres_humanos_-_iom.doc/view.


PAÍSES BAIXOS

ABRANTES, M. A MOMENTUM FOR OLD DIVISIONS. Responses of Brazilian immigrant workers to the policy framework of flexicurity: a case study. Master’s Programme in Comparative Labour and Organization Studies. International School for Humanities and Social Sciences. University of Amsterdam, 2008.

ABRANTES, M. Immigrant workers in times of Flexicurity: a case study of Brazilians in Dutch cities. In: VI Annual Meeting of RedGOB: Euro-Latin American Network of Governability for Development, Migration, Social Cohesian and Governability. Lisboa, 9-10 de Dezembro, 2008. Disponível em: http://campus.usal.es/~redgob/papers2008/abrantes%20-%20redgob%202008.pdf.

ALMEIDA, L. P. de. Para além das nossas fronteiras: mulheres brasileiras imigrantes na Holanda. São Paulo. Editora UNESP, 2008.

COSTA, K. Impressões de uma Matuta. Aventuras Brasileiras nos Países Baixos. Letra Capital, 2003.

FIGUEIREDO, D. L. de.; HAZEAU, M. Migração e tráfico de seres humanos para Suriname e Holanda, 2007.

MIRANDA, M. E. "Brazilian Migrants in the Netherlands". Dissertação de Mestrado. University of Amsterdam, 2009.

PARRELA, M. Hier en daar, Aqui e lá. Edição bilíngue. Sá editora, São Paulo, 2008.

SANDOVAL, L. C. B. Integration and Development Trajectories: Latin American populations in The Netherlands.
The Hague, Institution of Social Studies. 2008.

VIANA, M. E. R. Batalha em Sodoma, Vitória em Gomorra. Edição independente, 2006.


PORTUGAL

BAGANHA, M. I.; FERRÃO, J.; MALHEIROS, J. "Os Imigrantes e o Mercado de Trabalho: O Caso Português". Análise Social, vol. 34, n°.150, 1999, pp.147-173.

BÓGUS, L. M. M. “Brasileiros em Portugal: novos movimentos migratórios ou volta às origens”. Travessia - Revista do Migrante, Jan. – Abr. 1995, pp. 16-19.

BÓGUS, L. M. M.; PASTERNAK, S. Between Dream and Reality: Brazilian Immigrants in Portugal. In: Meetings of the Society for Multi- Ethnic Studies, Thessaloniki, Greece, 2004.

CASA DO BRASIL DE LISBOA. A ‘Segunda Vaga’ de Imigração Brasileira para Portugal (1998-2003). Lisboa, Casa do Brasil de Lisboa, 2004.

GRASSI, M. “Formas migratórias: casar com o passaporte no espaço Schengen. Uma introdução ao caso de Portugal”. Etnográfica, Vol. X(2), 2006, pp.283-306.

GUEDES, G. R. e MARQUES, D. H. F. Migração e mercado de trabalho em Portugal: uma análise comparativa entre brasileiros e africanos lusófonos. Trabalho apresentado no XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set.- Out. 2008. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2008/docsPDF/ABEP2008_1007.pdf.

LAGES, M. F. (Coord.) et al. Os Imigrantes e a População Portuguesa: imagens recíprocas. Análise de Duas Sondagens. Lisboa, Observatório da Imigração/ACIME, 2006.

LISBOA, W. T. Fluxos transatlânticos e identidade: A imigração brasileira em Portugal e o imaginário português sobre o Brasil. Trabalho apresentado no XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set. 2010. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2010/docs_pdf/tema_6/abep2010_2275.pdf.

MACHADO, I. J. de R. Cárcere Público: Processos de Exotização entre Imigrantes Brasileiros no Porto, Portugal. Dissertação de Mestrado, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, UNICAMP, Campinas, 2003.

__________. (Ed). “Afetividade e poder entre os imigrantes brasileiros no Porto”. Cadernos PAGU 23, cara, cor, corpo, 2004, pp. 257-278.
Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332004000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

__________. (Ed). Um mar de identidades, a imigração brasileira em Portugal. Edufscar, São Carlos, 2006.

__________. “Reflexões sobre a imigração brasileira em Portugal”. In: Revista Nuevo Mundo, Mundos Nuevos, 2007.
Disponível em: http://nuevomundo.revues.org/index5889.html.

MALHEIROS, J. (Org.) et al. Imigração Brasileira em Portugal. Lisboa, Alto-Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI) e Presidência do Conselho de Ministros, 2007.

MALHEIROS, J. M.; BAGANHA, M. I. “Imigração Ilegal em Portugal: Padrões Emergentes em Inícios do Século XXI”. Janus 2001 Anuário de Relações Exteriores, Lisboa, Público e Universidade Autónoma de Lisboa, 2001.
Disponível em: http://www.casadobrasil.info/UserFiles/File/pdfs/imigracao-ilegal-pt.pdf.

OLIVEIRA, S. Espaços e tempo de ilegalidade: a construção quotidiana do ‘imigrante ilegal’. In: VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, 2004.

__________. O Brasil na Europa: experiências, representações e a ambivalência do desejo. Conferência apresentada no Centro de Língua Portuguesa; Instituto Camões/Universidade Carolina; Praga, 2006.

__________. As Novas Comunidades Lusófonas: imigrantes e estrangeiros em Praga e Berlim. Conferência apresentada no Centro de Língua Portuguesa; Instituto Camões / Universidade Carolina; Praga, 2007.

__________. “Nas margens da Lusofonia: as relações com lusófonos não nativos e as suas Vozes”. Jornadas de Língua Portuguesa e Culturas Lusófonas da Europa Central; Universidade de Masaryk; Brno, 2007.

__________. “Brasileiros em Portugal: uma reflexão sobre as fronteiras nacionais na Europa”. Ibero-Americana Pragensia. Univerzita Karlova; Praga: Universidade Carolina, 2008.

PEREIRA, S. “Tráfico de mão-de-obra”. J. PEIXOTO et al. O Tráfico de Migrantes em Portugal: Perspectivas Sociológicas, Jurídicas e Políticas. Lisboa, Observatório da Imigração/ACIME, 2005, pp. 142-219.

PINTO, L. P. “Mulheres brasileiras na mídia portuguesa.” Cadernos PAGU, n°.23, cara, cor, corpo, Campinas, Unicamp, 2004, pp. 229-57.

REGO, A. C. Migração brasileira para Portugal (1986-1996): perfil sóciodemográfico e mercado de trabalho. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

SABINO, C. “Tráfico de Mulheres”. J. PEIXOTO et al. O Tráfico de Migrantes em Portugal: Perspectivas Sociológicas, Jurídicas e Políticas. Lisboa, Observatório da Imigração/ACIME, 2005, pp. 220-277.

SANTOS, B. de S.; GOMES, C.; DUARTE, M.; BAGANHA, M. I. Tráfico de Mulheres em Portugal para Fins de Exploração Sexual. Coimbra, Centro de Estudos Sociais, Laboratório Associado, Faculdade de Economia, Universidade de Coimbra, 2007.

SANTOS, G. A. P. D. Sabiá em Portugal e a luta pelos direitos de cidadania: a construção de uma identidade lusófona. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa. A ser publicado In: FELDMAN-BIANCO, B. (Org.) Migração Internacional Brasileira.

SANTOS, M. G. C. Um contributo para pensar a Geografia das Migrações. A comunidade brasileira na Região Centro de Portugal. Tese de Doutorado em Geografia. Universidade de Coimbra: 2009.

SANTOS, M. G. C. e CRAVIDÃO, F. M. da S. D. D. Convivências e casamentos no processo migratório. Trabalhadores brasileiros na região centro de Portugal. Trabalho apresentado no XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set. 2010. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2010/docs_pdf/tema_6/abep2010_2120.pdf

SOARES, C. As Emigrações de Cirurgiões Dentistas para Portugal. Dissertação de Mestrado, Departamento de Sociologia, UNICAMP, Campinas, 1997.

TORRESAN, A. Controles de imigração e estratégias de negociação frente à construção “oficial” da categoria imigrante: brasileiros em Portugal e no Reino Unido. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

VALENTE, R. M. J. et al. Contributos dos Imigrantes para a Demografia Portuguesa. Lisboa, Observatório da Imigração/Alto-Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas, 2004.

VIANNA, C. A Comunidade Brasileira em Portugal. Casa do Brasil de Lisboa. Lisboa. Disponível em: http://www.casadobrasil.info/UserFiles/File/pdfs/art-comunidade-brasileira.pdf.

VITÓRIO, B. da S. Imigração Brasileira em Portugal: Identidade e Perspectivas. Editora Universitária Leopoldianum, Universidade Católica de Santos, 2007.


REINO UNIDO

CWERNER, S. B. “The Times of Migration (Brazilian immigrants in London)”. Journal of Ethnic and Migration Studies 27 (1), 2001: pp. 7-36.

EVANS, Yara et al. "Por uma vida melhor: brasileiros e brasileiras em Londres, 2010". Londres: Grupo de Estudos sobre Brasileiros no Reino Unido, 2011. Disponível em: http://www.gold.ac.uk/media/Por%20uma%20vida%20melhor.pdf

JORDAN, B.; VOGEL, D. “Which Policies Influence Migration Decisions? A comparative analysis of qualitative interviews with undocumented brazilian Immigrants in London and Berlin as a contribution to economic reasoning”. ZeS Arbeitspapiere 14, 1997.

TORRESAN, A. M. de S. Quem Parte, Quem Fica: uma etnografia sobre imigrantes brasileiros em Londres. Dissertação de Mestrado. Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1994.

__________. “Ser Brasileiro em Londres.” Travessia - Revista do Migrante 23, Set. 1995.

 

REPÚBLICA  TCHECA

POCINHO DE OLIVEIRA, S. "Brasileiros na República Tcheca: Experiências de desejo e de afastamento numa terra distante". Fundação para a Ciência e Tecnologia. Disponível em: http://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/BRMundo/pt-br/file/Brasileiros_na_República_Tcheca_-_Sergio_Oliveira.pdf.

 

SUÍÇA

AMARO, D. Clandestinité et prévisibilité : approche ethnographique de l'immigration brésilienne à Genève. Universidade de Genebra, 2001.

AMAYA, L. Bilder und Texte von Frauen in der Fremde. Zürich, EfeF-Verlag, 1993.

AMMANN, B. S.; AMMANN, P. Cidadania Exclusão Migração - Brasileiros na Suíça. Liber Livro, 2006.

HUBER, L. “Nos trajetos da sujeição: as brasileiras na Suíça”. Travessia - Revista do Migrante, n°.26, Set. 1996.

KELLER, B. P. A imigração de mulheres brasileiras na Suíça. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

MAINARDI, G. Femmes brésiliennes immigrées en Suisse: contruction identitaire dans un contexte de migration. Publications ERCOMER, Universidade de Fribourg, 1998.

__________. Miroirs migratoires. Entre le Brésil et la Suisse: vécus de femmes brésiliennes. Ed Peter Lang Bern. Transversales. Band 10, 2005.

PAIVA KELLER, B. Imigrantes brasileiros na Suíça: histórias de vida e estratégias de ação. Mémoire de Recherche. Sob a orientação do Sr. Prof. Laurent Monnier. Genebra: Institut Universitaire d'Études du Développement, 1997.


 

 

ÁSIA E OCEANIA

JAPÃO

ASARI, A. Y. “Brazilian Workers in Japan.” In: Anais do XXVIII Congresso Internacional de Geografia, Holanda, 1996.

__________. “O processo migratório: japoneses no Brasil e no Japão”. Anais do Simpósio ‘Territórios Globalizados y Reestructuración Sócio-Territorial’, VI Encuentro de Geógrafos de América Latina, Buenos Aires, Argentina, Mar. 1997.

ASARI, A. Y.; YOSHIOKA, H. “Migrações ultramarinas - trabalhadores brasileiros no Japão”. Revista Semina, vol. 17, n°. 4, pp.355-358, UEL, Ciências Sociais, Londrina, Set. 1996.

BORNSTEIN, L. "From Carioca to Karaoke: Brazilian Guest Workers in Japan". Berkeley Planning Journal 7, 1992: pp. 48-75.

CAPUANO, A. Japoneses no Brasil ou Brasileiros no Japão: a Trajetória de uma Identidade em um Contexto Migratório. Tese de Mestrado, Departamento de Sociologia, UNICAMP, Campinas, 1997.

__________. Distante geográficamente, más cerca y unidos en las relaciones de lo cotidiano: El transnacionalismo entre los brasileños residentes en el Japón. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las
migraciones, UAB, 2008.
Disponível em: http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantes-brasilenos/.

CARIGNATO, T. T. "O Lugar do Sujeito nas Migrações Contemporâneas: A Experiência Dekassegui". Psicologia, E/Imigração e Cultura. Sylvia Dantas DeBiaggi; Geraldo José de Paiva (Eds.). São Paulo: Casa de Psicólogo Livraria e Editora Ltda, 2004, pp. 227-248.

CASTRO, M. L. de. "O Fenômeno Dekassegui: Os Trabalhadores Nikkei Brasileiros no Japão". São Paulo em Perspectiva 8 (1), 1994: pp. 102-106.

CHIGUSA, C. T. (Ed.). A Quebra dos Mitos: O Fenômeno Dekassegui Através de Relatos Pessoais. Mizuhiki, Japan: IPC Produção & Consultoria, 1992.

CIATE. ‘Dekassegui’ - 10 anos de história e suas perspectivas futuras. In: Simpósio comemorativo do 5º aniversário do Centro de Informações e Apoio ao Trabalhador no Exterior (CIATE), Nov. 1997, edição bilíngue (português e japonês).

COSTA, J. P. A Comunidade Brasileira no Japão: de Decasségui a Emigrante. Tese do Curso de Altos Estudos (CAE) do Instituto Rio Branco. FUNAG, 2007.
Disponível em: http://www.funag.gov.br/biblioteca-digital/pdfs_livros/lancamentos/pdf_dekassegui.

DOUGLASS, M.; ROBERTS, G. S.(Orgs.) Japan and Global Migration: Foreign Workers and the Advent of a Multicultural Society. University of Hawaii Press, 2003.

FERREIRA, R. H. O fenômeno dekassegui como mobilidade espacial do trabalho: o caso de Itapetininga. Relatório final de pesquisa, iniciação científica FAPESP, orientadora: Profª Alice Fusako Itani, Rio Claro, Geografia, IGCE, UNESP, Rio Claro,
1997.

__________. O confronto dos lugares no imaginário do migrante dekassegui. In: II Encontro Nacional sobre Migração, MR3 - ‘Migração Internacional’, GT de Migração da ABEP (Associação Brasileira de Estudos Populacionais), Ouro Preto (MG), 24 a 26 de Novembro de 1999.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/outros/2EncNacSobreMigracao/Anais2ENSMigracaoOuroPreto1999p733a756.pdf.

__________. Migrações Internacionais: Brasil ou Japão: Movimento de Inserção do Dekassegui no Espaço Geográfico do Consumo. Tese de Doutoramento em Geografia pela USP, 2003.

FERREIRA, R. H.; GARCIA, L. B. dos R. O Estado na Migração Internacional Dekassegui. Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografia y Ciencias. Geocrítica. Universidad de Barcelona, 2001. Disponível em: http://www.ub.es/geocrit/sn-94-57.htm.

FOX, J. M. Employment and Ethnicity Among Brazilian Immigrants in Japan. M.A. thesis, Department of Anthropology, University of Florida, 1998.

FUCHIKAMI, E. Nikkeijin Shômei - nambei imin, nihon he no dekasegi no kôzu (Evidência nikkei - a migração sul-americana - um painel dos dekasseguis em direção ao Japão). Tokyo, ed. Shin hyôron, 1995.

FUKASAWA, M. Um Mundo Paralelo / A Vida da Comunidade Brasileira em Oizimi, Japão. Rio de Janeiro: Topbooks, 2002.

FUSCO, W.; HIRANO, F. Y.; PERES, R. G. Brasileiros nos Estados Unidos e Japão. In: XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP), 2002.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2002/GT_MIG_ST41_fusco_texto.pdf.

GALIMBERTTI, P. O Caminho que o Dekassegui Sonhou - Cultura e Subjetividade no Movimento Dekassegui. EDUC/FAPESP, 2002.

HIGUCHI, N.; TAKAHASHI, S. Zainichi burajiru shusshin no ethnic business - kigyôka kyôkyû shisutemu no hatten to itiba no hirogari wo chûshin ni (Ethnic business of Brazilians in Japan: microstructural development for entrepreneurship and ethnic market concentration), Ibero America Kenkyû, vol. 20, n°.1, pp. 1-15, 1° sem. 1998.

HIRABAYASHI, L. R.; KIKUMURA-YANO, A.; HIRABAYASHI, J. A. (Eds.). New World, New Lives: Globalization and People of Japanese Descent in the Americas and from Latin America in Japan. Stanford: Stanford University Press, 2002.

HONMA, K. Nambei nikkeijin no hikari to kage - dekasegi kara mita nippon (Luz e sombra dos nikkeis sul-americanos - o Japão visto pelos dekasseguis). Ibaraki, 1998.

ISHI, A. Remittances from Japan to Brazil: Transnational Connections of 'Dekassegui' Migrants”. In: Joint Conference on Remittances do Asian Development Bank, em Manila, 2005.
Disponível em: http://www.adb.org/Documents/Events/2005/ADB-IADB-MIF-UNDP/paper-aishi.pdf.

ITO, A. “Serviço de informações públicas aos residentes brasileiros e empreendimentos para o intercâmbio dos residentes japoneses e brasileiros, dentro de uma cidade - cidade pesquisada Toyota”. Internacionalização no Japão e a América Latina. Monografia n. 12, Fev. 1994, Centro de Estudos de América Latina, Universidade de Nanzan, Nagoya, pp. 67-113.

JÔMO SHINBUN SHA. Samba no machi kara - gaikokujin to tomo ni ikiru, Gunma, Ooizumi (Da cidade do Samba - Convivência com estrangeiros em Ooizumi, Gunma), Gunma, Jomo Shinbun Inc., 1997.

KAJITA, T. "The Challenge of Incorporation of Foreigners in Japan: 'Ethnic Japanese' and 'Sociological Japanese'". Temporary Workers or Future Citizens" Japanese and US Migration Policies. Myron Weiner and Tadashi Hanami (eds.) London: Macmillan, 1998, pp. 120-147.

KAIGAI NIKKEIJIN KYÔKAI (Associação dos Nikkeis no Exterior). Vida no Japão, Tokyo, Kaigai Nikkeijin Kyôkai, 1991, edição bilíngue (japonês/português).

KAATO, H.; MIYAZAKI, S.; SUGO, A. S. "Mão-de-obra do Brasil para o Japão: Aspectos do Fenômeno Dekassegui." Revista de Administração de Empresas 32 (4), 1992: pp. 20-31.

__________. "Dekassegui: Emigração do Brasil ao Japão." Problemas Geográficos de um Mundo Novo. Milton Santos, Maria Adélia Souza, Francisco Capuano Scarlato e Monica Arroyo (Eds.). São Paulo: Hucitec/Anpur, 1994, pp. 87-95.

KAWAMURA, L. K. “Qualificação de Trabalhadores Brasileiros no Processo de Trabalho no Japão.” Educação e Sociedade 15, 1994, Campinas/SP: pp. 391-410.

__________. “Imigrantes Brasileiros no Japão: estratégias de sobrevivência cultural”. Ciência e Cultura na Globalização: Novos Paradigmas, 1997, Águas de Lindóia-SP. In: Anais da 5a. Reunião Anual da SBPN. São Paulo: SBPN, 1997, pp. 23-25.

__________. “A Questão Cultural e a Discriminação Social na Migração de Brasileiros ao Japão.” Migrações Internacionais: Contribuições Para Políticas. Brasília: Comissão Nacional de População e Desenvolvimento, 2001, pp. 395-408.

__________. Para onde vão os Brasileiros? Imigrantes Brasileiros no Japão. Editora: UNICAMP, 2003.

KAWAMURA, L.; LILI, K. “O Processo Educativo dos Trabalhadores Brasileiros no Japão”. PROPOSIÇÕES, 17, Campinas-SP, 1996.

KITAHARA, S. T. Dekasseguis: Os Novos Gaijins: Uma Análise da Identidade e da Estratégia de Ascensão Socioeconômica dos Nipo-Brasileiros. Tese de Doutorado, Departamento de Sociologia, Universidade de Brasília, 1999.

KOGA, E. A. I. Japanese Brazilian ethnic identity on the process of international migration between Brazil and Japan. In: 34th World Congress of the International Institute of Sociology, Tel Aviv, Israel, 11-15 Jul. 1999a, 8 p.

__________. Identidade étnica dos nikkeis brasileiros. 1999b, Mimeo, 6 p. KOYAMA, C. Japanese-Brazilians: The Transformation of Ethnic Identity in the Country of Their Ancestors. M.A. thesis in Anthropology, University of Florida, Gainesville, 1998.

LASK, T. Cara de japonês, alma de brasileiro: a imigração brasileira no Japão. In: Simpósio Internacional sobre Emigração Brasileira, 1997. Casa do Brasil de Lisboa, Lisboa.

__________. Imigração brasileira no Japão: o mito da volta e a preservação da identidade. In: 21ª Reunião Brasileira de Antropologia, MR-11 - “A formação da ‘diáspora brasileira’: migrações transnacionais e reconstruções de
identidades”, ABA (Associação Brasileira de Antropologia). UFES, Vitória (ES), Abril de 1998.

LINGER, D. T. "Brazil Displaced: Restaurant 51 in Nagoya, Japan." Horizontes Anthropológicos 5 (3), 1997: pp. 181-203, Porto Alegre.

__________. No One Home - Brazilian Selves Remade in Japan. Stanford University Press, 2001a.

__________. "The Identity Path of Eduardo Mori." In History in Person. Dorothy Holland and Jean Lave (Eds.). Santa Fe, NM: School of American Research Press, 2001b.

MADEIRA, M. G. Dekasseguis (1987-1997): A Vertente Nipo-Brasileiro das Atuais Migrações Internacionais. Dissertação de Mestrado, Departamento de História Universidade de Brasília, 1997.

MAGALHÃES, V. B. de. Educação, Trabalho e Migração Internacional: o caso dos Dekassegui. Dissertação de Mestrado, Departamento de Educação, UNICAMP, Campinas, 1996.

MIURA, I. K. Dekasseguis: relatos de identidade a partir da experiência de trabalho temporário no Japão. In: Simpósio Internacional de Psicologia – 2003, FEA/USP.

MIYOSHI, T. Manual da Lei de Imigração Japonesa - Conhecimentos Básicos Sobre a Entrada e a Permanência no Japão. São Paulo: Primos, Estação Liberdade, 1993.

MORI, E. “Burajiru kara no nikkeijin ‘dekasegi’ no suii (A transição dos ‘dekasseguis’ nikkeis provenientes do Brasil)”. Ijû Kenkyû, n° 29, pp. 144-164. Tokyo, Kokusai Kyôryoku Jigyôdan - JICA (Japan International Cooperation Agency), 1992.

NINOMIYA, M. (Org.). Dekassegui: Anais do Simpósio sobre o Fenômeno Dekassegui. Estação Liberdade. Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, 1992.

__________. “O Fenômeno Decasségui e a Questão da Educação das Crianças Brasileiras no Japão”. ‘Japão Atual’ Boletim do Centro Cultural e Informativo do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro, vol. 1, 2004.

OCADA, F. K. S. Nos subterrâneos do modelo japonês - os 3K: Kitanai (sujo), Kiken (perigoso) e Kitsui (pesado). In: XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, Caxambu (MG), 23 a 27 de Outubro de 2000, ST-16 - ‘A
migração internacional no final do século’.
Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/2000/Todos/migt16_5.pdf.

PERROUD, M. “Migration Rétour ou Migration Détour? Diversité des parcours migratoires des Brésiliens d’ascendance japonaise”. Revue Européenne des Migrations Internationales, vol. 23. n°.1, 2007.

REIS, M. E. F. Brasileiros no Japão - o elo humano das relações bilaterais. Tese do Curso de Altos Estudos (CAE) do Instituto Rio Branco. Kaleidos-Primus, 1998.

ROSSINI, R. E. "Dekasseguis do Brasil a Procura do Eldorado Japonês". Novo Mapa do Mundo: Globalização e Espaço Latino-Americano. F. C. Scarlato, M. A. Santos; M. A. A. Souza (Orgs.). Editora: Hucitec/Anpur.

__________. “À Procura das Origens ou a Expectativa do Enriquecimento Rápido: o Exemplo dos Dekasseguis do Brasil em Direção ao Japão.” In: Revista Brasileira de Estudos de População 9 (2), 1992: pp. 200-204 (notas de pesquisa). Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol9_n2_1992/vol9_n2_1992_9notasdepesquisa_200_204.pdf.

__________. “Urbanização e Reflexos Migratórios: A Migração Temporária de Trabalhadores do Brasil para o Japão.” O Novo Brasil Urbano - Impasses/Dilemas/Perspectivas. São Paulo: Mercado Aberto, 1995: pp. 111-120.

__________. “O Mundo Mudou. Brasil, País de Emigração (o exemplo do Nikkeis para o Japão).” O Mundo do Cidadão, Um Cidadão no Mundo. M. A. A. Souza (Ed.). São Paulo: Hucitex, 1996: pp. 331-342.

ROTH, J. Hotaka. Defining communities: the nation, the firm, the neighborhood, and Japanese Brazilian migrants in Japan. Tese de Doutorado, Cornell University (U.S.), Mai. 1999.

__________. Brokered Homeland - Japanese Brazilian Migrants in Japan. Cornell University Press, 2002.

SASAKI, E. M. “Dekasseguis: Trabalhadores Nipo-Brasileiros no Japão.” Travessia - Revista do Migrante, Jan. - Abr. 1995, pp. 20-22.

__________. “Os Dekasseguis Retornados”. In: Revista Brasileira de Estudos de População, 13 (1), 1996: pp. 99-100 (notas de pesquisa). Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/vol9_n2_1992/vol9_n2_1992_9notasdepesquisa_200_204.pdf.

__________. O Jogo da Diferença: A Experiência Identitária no Movimento Dekassegui. Dissertação de Mestrado, Departamento de Sociologia, UNICAMP, Campinas, 1998.

__________. Dekasseguis: Trabalhadores Migrantes Nipo-Brasileiros no Japão. NEPO n°. 39. Campinas: NEPO/Unicamp, Campinas, 2000.

__________. “A Questão da Identidade dos Brasileiros Migrantes no Japão.” Psicologia, E/Imigração e Cultura. Sylvia Dantas DeBiaggi; Geraldo José de Paiva (Eds.). São Paulo: Casa de Psicólogo Livraria e Editora Ltda, 2004: pp. 209-226.

__________. "Ser ou não ser japonês?: a construção da identidade dos brasileiros descendentes de japoneses no contexto das migrações internacionais do Japão contemporâneo". Disponível online no site da Biblioteca Digital da Unicamp:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000442741.

__________. “Um Olhar sobre o ‘Movimento Dekassegui’ de Brasileiros ao Japão no Balanço do Centenário da Imigração Japonesa ao Brasil”. In: Simpósio de Avaliação do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil São Paulo, 26-27 de Outubro de 2009. Disponível em: http://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/BRMundo/pt-br/file/ELISA_SASAKI_2009_texto_balanco_mov_dk_no_centenario__revisado_.pdf.

SACATA, É. A.; FISCHMANN, R. Identidad/Identidades y la Educación: nikkeis brasileños en Brasil y en Japón. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008.
Haruo. Japan's 'Guest Workers' - Issues and Public Policies. Tokyo: University of Tokyo Press, 1994. Disponível em: http://docsgedime.wordpress.com/mesa-6-comunidades-transnacionales-i-migrantes-brasilenos/.

SHINKAI, H. The life and education of immigrant workers in Japan - focused on Japanese-Brazilian. In: 5ª Reunião da Sociedade Brasileira de Pesquisadores Nikkeis, Águas de Lindóia (SP), Agosto de 1997.

SHISHITO, K. T. e BAENINGER, R. Brasileiros no Japão: A expectativa temporal na imigração dekassegui. Trabalho apresentado no XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Caxambu, Set. 2010. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2010/docs_pdf/tema_6/abep2010_2235.pdf

TAJIMA, H. "El Caso de los Nikkeis Dekaseguis Brasileños, Peruanos, Argentinos, Bolivianos y Paraguyos en Japón". Estudios Migratorios Latinamericanos 30 (10), 1995: pp. 403-430.

TAKENOSHITA, H. “The Differential Incorporation into the Japanese Labor Market: A Comparative Study of Japanese Brazilians and Professional Chinese Migrants”. The Japanese Journal of Population, vol. 4, Março de 2006.

TANAKA, A. C. O Divórcio dos Brasileiros no Japão - O Direito Internacional Privado e os Princípios Constitucionais. Kaleidos-primus, 2005.

TSUBOTA, N. “Zainichi nikkei burajirujin no ethnic identity (A identidade étnica do nikkei brasileiro residente no Japão”. In: Nihon Toshi Shakai Gakka Nenpô 15 (Revista da Associação Japonesa de Sociologia Urbana, n° 15), 1997, pp.117-131.

TSUDA, T. "Ethnic Transnationalism and the Channeling of Migrant Flows: The Return Migration of Japanese-Brazilians." Beyond Boundaries: Selected Papers on Refugeees and Immigrants, vol. 5. Diane Baxter; Ruth Krulfeld (Eds). Arlington,
Va.: American Anthropological Association, 1997.

__________. “Ethnicity and the Anthropologist: Negotiating Identities in the Field.” Anthropological Quarterly 71 (3), 1998: pp. 107-124.

__________. Reality Versus Representations: Ethnic Essentialization and Tradition in Japanese Media Images of Japanese Brazilian Return Migrants. In: Annual Meetings of the American Anthropological Association, Washington, D.C., 2001.

__________. Crossing Ethnic Boundaries: Nikkejin Return Migrants and the Ethnic Challenge of Japan's Newest Immigrant Minority. In: Annual Meetings of the American Anthropological Association, 2002.

__________. Strangers in the Ethnic Homeland: Japanese Brazilian Return Migration in Transnational Perspective. Columbia University Press, 2003.

__________. “No Place to Call Home.” Natural History, April 2004: pp. 50-55.

TSUZUKI, K. “Nikkei burajirujin ukeire to chiiki no henyô - aichi-ken toyota-shi H danchi wo jirei to shite (As transformações da região receptora de nikkeis brasileiros - o caso da região H da cidade de Toyota, província de Aichi)”. KOMAI, Hiroshi - Nihon no ethnic shakai (A sociedade étnica do Japão), Tokyo, Akashi shôten, 1996, pp. 310-330.

WATANABE, M. (Org.). Kyôdô kenkyû. Dekasegi nikkei burajirujin, jô - ronbun hen: shûrô to seikatsu (Dekassegui nikkei brasileiro, vol. 1 - Ensaios: trabalho e vida), Tokyo, Akashi shôten, 1995a.

__________. Kyôdô kenkyû - Dekasegi nikkei burajirujin, gê - shiryô hen: taiken to ishiki (Dekassegui nikkei brasileiro, vol. 2 - Material coletado: experiência e consciência). Tokyo, Akashi shôten, 1995b.

WOORTMANN, E. “Japoneses no Brasil, Brasileiros no Japão: Tradição e Modernidade.” Revista de Antropologia 38 (2), 1996: pp. 7-36.

YAMAMOTO, K. “Job Change of Foreign Workers in Contemporary Japan”. Journal of International Economic Studies, vol. 9, 1995. Editora: Institute of Comparative Economic Studies, Hosei University.

YAMANAKA, K. “New Immigration Policy and Unskilled Foreign Workers in Japan.” Pacific Affairs 66, 1993: pp. 72-90.

__________. “Return Migration of Japanese-Brazilians to Japan: The Nikkeijin as Ethnic Minority and Political Construct.” In: Diaspora 5 (1), 1996: pp. 65-97.

__________. “Factory Workers and Convalescent Attendants: Japanese-Brazilian Migrant Women and Their Families in Japan.” International Female Migration and Japan: Networking, Settlement and Human Rights. Tokyo: International Peace Research Institute, 1996: pp. 87-116.

__________. “Return Migration of Japanese Brazilian Women: Household Strategies and the Search for the ‘Homeland.’” Beyond Boundaries: Selected Papers on Refugees and Immigrants, vol. 5. Diane Baxter; Ruth Krulfeld (Eds). Arlington, VA: American Anthropological Association, 1997: pp. 11-34.

YANAZE, M. H. "O Mercado Dekassegui Brasileiro no Japão: ensaio exploratório". Comunicação, Marketing, Cultura: Sentidos da Administração e do Trabalho. Tupã Gomes Corrêa; Sidinéia Gomes Freitas (Orgs.). CLC e ECA/USP, 1999.

YOSHIOKA, R. Por que migramos Do e Para o Japão? São Paulo, Massao Ohno Editor, 1995.

YOSHIOKA, R.; SAM, S. Dekassegui - com os pés no chão... no Japão (crônicas). São Paulo, Ysayama editora, 1999.

 

AUSTRÁLIA

DUARTE, F. "Living in 'the Betweens': Diaspora Consciousness Formation and Identity among Brazilians in Australia." Journal of Intercultural Studies 26 (4): 315-335, 2005.

__________. "A Double-Edged Sward: The "Jeitinho" as an Ambiguous Concept in the Brazilian Imaginary". Journal of Interdisciplinary Social Sciences, vol. 1 (1), 125 -131, 2006a.

__________. "Exploring the Interpersonal Transaction of the Brazilian Jeitinho in Bureaucratic Contexts". Organization, Vol. 13 (4): 509-527, 2006b.

ROCHA, C. "Two Faces of God: Religion and Social Class in the Brazilian Diaspora
in Sydney". Religious Pluralism.
 

ROCHA, C. (2014) Triangular Circulation: Japanese Brazilians on the move between Japan, Australia and Brazil, Journal of Intercultural Studies 35 (5): 493-512.

ROCHA, C. and G. Coronado (2014) Imagining Latin America in Australia: Migration, Culture and Multiculturalism, Introduction to special issue of Journal of Intercultural Studies 35 (5): 467-474. 

ROCHA, C. (2013) Transnational Pentecostal Connections: an Australian Megachurch and a Brazilian Church in Australia, Pentecostudies 12 (1): 62-82.

ROCHA, C. & M. Vasquez (eds) (2013) The Diaspora of Brazilian Religions, Leiden: Brill.

ROCHA, C. and M. Vasquez (2013), ‘A Diáspora das Religiões Brasileiras,’ Revista Unisinos, XIII (424): 6-8.

ROCHA, C. (2010) A Globalização do Espiritismo: o Movimento Religioso de João de Deus na Austrália, Revista de Antropologia, 52 (2): 571-603.

ROCHA, C. (2009) Conexiones Sur-Sur: Vivir entre Australia y Brasil, in C. Solé, S. Parella and L.

Cavalcanti (eds) Nuevos Retos del Transnacionalismo en el Estudio de las Migraciones. Barcelona: Ministerio de Trabajo e Imigración, pp. 113-127.

ROCHA, C. (2008) ‘The Brazilians in Sydney,’ The Dictionary of Sydney/ Sydney Journal, 1(2):79-80. 

ROCHA, C. (2006) Two Faces of God: Religion and Social Class in the Brazilian Diaspora in Sydney, in Religious Pluralism in the Diaspora, edited by P. Kumar, Leiden: Brill, pp. 147-160. 

ROCHA, C. (2006) A Long and Winding Road: Cross-Cultural Connections between Brazil, Australia and Japan, New Voices special issue: Cross-Cultural Encounters in the Australia-Japan Relationship, 1 (1): 35-45.

WULFHORST, C. (2014) The Other Brazilians: Community Ambivalences among Brazilians in Sydney. Journal of Intercultural Studies 35(5): 475-492. 

______. (2011) Intimate Multiculturalism: Blurring Boundaries between Brazilians and Australians in Sydney. Unpublished Phd Thesis, Western Sydney University.

______. (2010) Capoeira in Australia: Gingando In-between Identities in a Multicultural Society. Global Studies Journal, 4 <http://gsj.cgpublisher.com/product/pub.184/prod.217>  (2): 107-118. 

WULFHORST, C., C. Rocha, and G. Morgan (2014) Intimate Multiculturalism: Transnationalism and

 

 

ÁFRICA E ORIENTE MÉDIO

ÁFRICA

AMOS, A. M. “Afro-Brazilians in Togo: the case of Olympio family”. Cahiers d’Études Africaines 162, 2001. Disponível em: http://etudesafricaines.revues.org/index88.html.

Costa, K. África do Sul, Um olhar brasileiro. Editora Letra Capital, São Paulo, 2009.

COHEN, P. F. “Orisha Journeys: the Role of Travel in the Birth of Yorubá-Atlantic Religions”. Archives des Sciences Sociales des Religions, n°.117, Jan. – Mar. 2002, pp. 17-36. Disponível em: http://assr.revues.org/2474.

EVARISTO, B. “On the Road: Bernardine Evaristo interviewed by Karen Hooper”. The Journal of Commonwealth Literature, n°.41, Mar. 2006, pp. 3-16. Disponível em: http://jcl.sagepub.com/content/vol41/issue1/.

FALUYI, K. “Migrants and the Economic Development of Lagos, from the Earliest of Times to 1880”. Lagos Historical Review, vol. 1, 2001, pp. 68-83.

FONSECA, R. G. da. Memórias de um Trader. Edição: IOB Thomson, São Paulo, Brasil, 2001.

GÓMEZ, M. A. Diasporic Africa. New York University Press, 2006.

GURAN, M. Agudás: os brasileiros do Benin. Nova Fronteira, 2000.

MATORY, J. L. Black Atlantic Religion: Tradition, Transnationalism, and Matriarchy in the Afro-Brazilian. Princeton University Press, 2005.

SCHAUMLOEFFEL, M. A. Tabom: The Afro-Brazilian Community in Ghana. Ed. Lulu.com, 2007.

SKLAR, R. L. Nigerian Political Parties: Power in an Emergent African Nation. Africa World Press, 2004.

TURNER, L. D. “Some Contacts of Brazilian Ex-Slaves with Nigeria, West Africa”. The Journal of Negro History, vol. 27, n°.1, Jan. 1942, pp. 55-67.

VERGER, P. “L'Influence du Brésil au Golfe du Bénin”. Mémoire de l'Institut Français d'Afrique Noire, n°. 27, Dacar, 1953.

__________. “Retour des Brésiliens au Golfe du Bénin au XIX siècle. Colloque sur les relations culturelles Afro-Amérique Latine”. Études Dahomeennes, n.°8, (Nouvelle Serie), Porto Novo, Benin, 1966, pp. 5-28.

__________. “Formação de uma sociedade brasileira no golfo do Benin no século XIX”. Centre des Hautes Études Afro-Ibero-Américaines, vol. 10, Dakar, 1969, 65p.

 

ISRAEL

Cátedra de Estudos Latino-americanos Helena Lewin da
Universidade de Haifa

Titular: Professor Amos Megged
Telefone: (972) 4-824-9487
Fax: (972) 4-824-9195
Site: http://latinam.haifa.ac.il

Departamento de Estudo Latino-americanos da Universidade
Hebraica de Jerusalém

Titular: Professora Ruth Fine
Telefone: (972) 2-5883851
Fax (972) 2-5881224
Site: msromance@mscc.huji.ac.il
 


LÍBANO

KHATLAB, R. Brasil-Líbano, Amizade que desafia a distância. Editora EDUSC, São Paulo, 1999. (versão em árabe) Al-Brazil-Lubnan: sadaqah tatahaddi al-masafat: dhakirah wa-istihrad tarikhi, 1876-2000, Editora Dar Al-Farabi, Beirute, 2000.

__________. Mahjar, Saga Libanesa no Brasil: Sociologia Iconográfica. (versão em árabe) Dhakirat Lubnan fi al-Brazil: susiyulujiya iqunughafiyah. Editiora Mokhtarat, Beirute, Líbano, 2002.

__________. Lebanese Migrants in Brazil, an Annotated Bibliography. Notre Dame University Press, Lebanon, 2005.

OSMAN, S. A. Entre o Líbano e o Brasil: Dinâmica Migratória e História Oral de Vida. Tese de Doutorado em História, USP, FFLCH, 2006.

__________. “O retorno na comunidade líbano-brasileira: experiências migratórias e história oral de vida”. In: Anais do V Encontro Nacional sobre Migrações, 2007, Campinas. V Encontro Nacional sobre Migrações. Rio de Janeiro: ABEP, 2007, vol. 1. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/outros/5EncNacSobreMigracao/comunic_sec_2_ret_com_lib.pdf.

__________. El Líbano y en Brasil: Dinámicas de migraciones y retorno. In: Seminário Nuevos Retos del Transnacionalismo en el estudio de las migraciones, UAB, 2008.


 

 + Referências audiovisuais

Brasil, a Pátria das Chuteiras
Direção: Thaís Aguiar
Duração: 0h07
Produção: Suíça/2007

Brasileiros como Eu
Direção: Susana Rossberg
Duração: 1h26
Produção: Bélgica/2008

O Belo e o Sublime
Direção: Thaís Aguiar
Duração: 0H15
Produção: Suíça

Brasil no Sechselauten-Kinderumzug
Direção: Elizabeth Wyler Wyss
Duração: 0h16
Produção: Suíça/1995

Clandestinos do Destino
Direção e produção: Angela Bretas
Duração: 9 minutos
Produção: Flórida, EUA/2007
Link: http://www.brtvonline.com/movies-net.asp?cdfilme=303

Comunidade Brasil
Direção: Jorge de Lima
Duração: 0H27
Produção: Estados Unidos/2005

Lembranças do Suriname I
ano de filmagem: 2005
produtora: Karen's Produções
E-mails: zenomoraes@hotmail.com e prwashington@bol.com.br
Tels: (597) 860-9129, 822-1015 e 881-2762
Observações: contato da produtora - Pastor Washington de Oliveira Moraes

Lembranças do Suriname II
ano de filmagem: 2006
produtora: Karen's Produções
E-mails: zenomoraes@hotmail.com e prwashington@bol.com.br
Tels: (597) 860-9129, 822-1015 e 881-2762
Observações: contato da produtora - Pastor Washington de Oliveira Moraes

Mundo Nikkei
Direção: Yuri Sanada
Duração: 1h20
Produção: Japão/2008
 

+ Vídeo "Brasileiros no Mundo: I Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior

Encontra-se disponível, no canal MRE do YouTube, vídeo da Panorâmica Produções "Brasileiros no Mundo: I Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior" realizado pela Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior (SGEB) do Ministério das Relações Exteriores, em parceria com a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG). Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=Q5R_3RMZdkY.

"Brasileiros no Mundo: I Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior"
Data: 17 e 18 de julho de 2008.
Local: Palácio Itamaraty, Rio de Janeiro, RJ.

Realização:
 
Subsecretaria-Geral de Comunidades Brasileiras no Exterior do Ministério das Relações Exteriores
Fundação Alexandre de Gusmão -
 

> Para crianças

Publicação "Brazil for Kids" - Para fazer o download (Arquivo PDF), clique aqui.

Para acessar "Brasil para Crianças", versão em português, clique aqui.

Para fazer o download de obras de literatura infantil em domínio público, clique aqui.

Ações do documento