Brasília, 24 / 10 / 2017


I Conferência sobre o Micro e Pequeno Empreendedorismo Brasileiro no Exterior

Conferência realizada entre 13 e 15 de setembro de 2017, organizada pela área consular do Ministério das Relações Exteriores (MRE) em parceria com a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), no conjunto de esforços de apoio e empoderamento das comunidades brasileiras emigradas, no intuito de contribuir para sua boa inserção nos mercados de trabalho e sociedades dos países de acolhimento.


I Conferência sobre o Micro e Pequeno Empreendedorismo Brasileiro no Exterior

I Conferência sobre o Micro e Pequeno Empreendedorismo Brasileiro no Exterior.

Instituto Rio Branco, Brasília, 13 a 15 de setembro de 2017

A Conferência, organizada pela área consular do Ministério das Relações Exteriores (MRE) em parceria com a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), se insere no conjunto de esforços de apoio e empoderamento das comunidades brasileiras emigradas, no intuito de contribuir para sua boa inserção nos mercados de trabalho e sociedades dos países de acolhimento.

Participaram 30 representantes das comunidades brasileiras residentes em quinze países: Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, Espanha, EUA, França, Holanda, Itália, Japão, México, Portugal, Reino Unido e Suíça. Tendo sido transmitido online, o evento foi acompanhado a distância por número adicional de brasileiros naquelas e em outras jurisdições.

Do lado Governamental, estiveram representadas as seguintes instituições, além do Ministério das Relações Exteriores: Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), Banco Central, Banco do Brasil (Diretoria de Micro e Pequenas Empresas e Direção de Comércio), Empresa de Correios e Telégrafos (Exporta Fácil), Governo de Goiás, Ministério do Desenvolvimento da Indústria e do Comércio (MDIC), Ministério da Cultura (Departamento de Estratégia Produtiva), SEBRAE Nacional e SEBRAE-Minas Gerais.

O evento foi composto por painéis sobre Comércio Exterior com o Brasil: Importação/ Exportação/ Franquias; Modelos e alternativas de financiamento disponíveis no Brasil e no exterior/ Questões alfandegárias/ sanitárias; Empreendedorismo Cultural; Conhecimentos importantes para a abertura, gestão e expansão de negócios: questões gerenciais, abertura/estruturação de negócios, conquista de mercados; Inovação, start-ups, marketing digital; Economia Solidária e Cooperativismo; Networking e Associativismo no Exterior e Guia "Como Empreender no Exterior".

 

Além da troca de experiências e do estabelecimento de sinergias entre o empresariado brasileiro no exterior e os órgãos brasileiros competentes, o evento resultou na elaboração de Plano de Ação em prol daquele segmento das comunidades brasileiras emigradas, a ser conduzido pelos postos da rede consular brasileira responsáveis pelas regiões onde se registra a presença de grande número de micro e pequenos empreendedores brasileiros. O Plano de Ação será publicado proximamente.

 

Segue a agenda

I CONFERÊNCIA SOBRE O MICRO E PEQUENO EMPREENDEDORISMO BRASILEIRO NO EXTERIOR

 

 

4af, 13 de setembro

9:30h - SESSÃO DE ABERTURA

 

10:30h - PAINEL I - Comércio Exterior com o Brasil - Importação/Exportação/Franquias Apresentações: APEX, MDIC, ECT  

 

- estabelecimento de redes de contato e parcerias entre micro e pequeno empreendedores brasileiros no exterior e no Brasil visando à importação e exportação de produtos e serviços e outros negócios, inclusive via comércio eletrônico - e-commerce (APEX, ECT)

- capacitação para a importação de produtos brasileiros (MDIC-PME)

- procedimentos para a abertura de franquias brasileiras no exterior

- promoção da "Marca Brasil"

- possibilidade de celebração de acordos comerciais ou de facilitação de comércio (incluindo produtos dos setores de alimentação e beleza)

- programas de facilitação das exportações: "Exporta/Importa Fácil" (ECT) e "Simples Exportação" (MDIC)

- soluções logísticas para consolidação de carga para pequeno e micro empreendimentos (desafio às importações e exportações em pequena escala pelo alto custo do transporte marítimo a partir do Brasil; possível compartilhamento de contêineres) (ECT)

 

APEX - Ana Cláudia Barbosa, Supervisora de Competitividade

MDIC – Renata Carvalho, Diretora do Departamento de Competitividade Internacional em Comércio e Serviços

MDIC, Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa – Flávio Martins Pimentel, Coordenador de Capacitação, Tecnologia e Inovação

Correios – Daniel de Oliveira dos Santos, Analista de Negócios Internacionais

 

15:00h - PAINEL II - Modelos e alternativas de financiamento disponíveis no Brasil e no exterior / Questões fiscais/alfandegárias/sanitárias

Apresentações: BB, BACEN, ANVISA

 

- entidades financiadoras de microcrédito no Brasil: possibilidades para micro e pequenos empreendedores brasileiros no exterior e respectivas condições; procedimentos necessários para obtenção de linhas de crédito para abertura, administração e expansão de empresas (BB)

- obtenção de crédito e relacionamento com sistema financeiro estrangeiro, viabilizando acesso a capital e financiamentos locais por meio da coordenação com bancos brasileiros (BB)

- acesso a microcrédito no exterior (experiência de empresário brasileiro radicado no exterior)

- Sistema de Pagamentos em Moeda Local – SML (BACEN)

- obrigações fiscais em relação à normativa tributária e cambial brasileira 

- tributação no comércio digital 

- mecanismos de facilitação da remessa de divisas ao Brasil por pequenos e micro empreendedores 

- questões sanitárias para exportação/importação (ANVISA)

- acordos para evitar a bitributação; possíveis entraves burocráticos e soluções em caso de inexistência desses acordos

 

Banco do Brasil, Diretoria de Micro e Pequenas Empresas - Edmar José Casalatina, Diretor

Banco do Brasil , Diretoria de Micro e Pequenas Empresas – Henrique Leite de Vasconcellos, Gerente

Banco do Brasil, Diretoria de Soluções Empresariais - Marco Antônio Alcântara Nascimento

Banco Central, Departamento de Assuntos Internacionais – Bianca Viana Kivel

ANVISA – Rosilane de Aquino Silva, Assessora da Gerência Geral de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados

 

17:30h - PAINEL III – Empreendedorismo Cultural

Apresentações: MINC,MDIC

 

- Produção e intercâmbio de obras culturais e artísticas: rede de contatos entre os dois países, sistema de financiamento ou editais; facilitação na produção e na divulgação de publicações entre os dois países; projetos de intercâmbio e mobilidade de produções e bens culturais; geração de possibilidades para o empreendedorismo cultural

- possibilidades de exportação do artesanato brasileiro (MDIC-PME)

** diversificação da imagem do Brasil no exterior, com vistas, entre outros objetivos, a gerar maior interesse por produtos brasileiros

 

MINC – Adam Jayme de Oliveira Muniz, Diretor do Departamento de Promoção Internacional

MINC – Ana Letícia Fialho, Diretora do Departamento de Estratégia Produtiva

MDIC, Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa – Fábio Silva, Diretor

  

5af, 14 de setembro

 

9:30h - PAINEL IV – Conhecimentos importantes para a abertura, gestão e expansão de negócios: questões gerenciais, abertura/estruturação de negócios, conquista de mercados

Apresentações: SEBRAE, SEBRAE/MG, MRE

 

** Compreensão e conquista de mercados 

- como fazer a prospecção/ estudo/ estratégia de conquista de mercados externos

- como compreender o perfil do público/clientes

- como definir o público-alvo (consumidores estrangeiros locais e/ou brasileiros residentes no exterior) e fazer as adaptações necessárias no negócio 

- como atuar em nichos tipicamente brasileiros

- canais e ferramentas disponíveis para o empreendedor (ex: Vitrine do Exportador e listas de compradores no exterior, disponíveis no portal Invest&Export)

 

** Questões gerenciais e administrativas

- idealização e elaboração de plano de negócios, estudos de credibilidade da marca, escolha de público alvo, adequação às características do mercado local e localização

- questões financeiras: saúde financeira da empresa, margem de lucro, fluxo de caixa, custo operacional, contabilidade; como separar contas da empresa e pessoais, do planejamento financeiro em curto, médio e longo prazo, e do planejamento da aposentadoria.

- controles de estoque

- setores que requerem gestão diferenciada: alimentação, cosméticos e outros

- comunicação com os clientes: mídias digitais (ferramentas e apps) e outras

 

** Módulos disponíveis de capacitação profissionalizante e consultoria para o empreendedorismo 

- viabilidade na realização de cursos presenciais ou disponibilização em formato digital:

Empretec/ SEBRAE e similares

- organização de clínicas/oficinas temáticas com profissionais especializados que possam oferecer consultoria probono em áreas chave para o desenvolvimento de um novo negócio, como direito e contabilidade

 

** Diplomas - ações para facilitação da equivalência de diplomas (CG Montreal/Barcelona)

 

SEBRAE – Joana Bona Pereira, Analista Técnico, Unidade de Assessoria Institucional

SEBRAE – Milva Pinheiro Capanema, Gestora Nacional de EAD

SEBRAE/MG – Alanni Lacerda

Ministério das Relações Exteriores – Lilian Cristina Nascimento Pinho

 

 

15:00h - PAINEL V - Inovação, start-ups, marketing digital

Apresentações: Representantes de São Francisco

 

- start-ups: estruturas para projetos e oportunidades de negócio no exterior; programas de fomento e parcerias com aceleradoras/incubadoras

- criatividade e inovação

- economia criativa e circular

- a utilização de apps

- comércio eletrônico e marketing digital

 

Conselho de Cidadãos de São Francisco – Valéria Sasser, porta-voz; Simone Sarmet e Maria Oliveira

 

 

6af, 15 de setembro

 

9:30h - PAINEL VI – Outros Temas

 

Economia Solidária e Cooperativismo 

- Criação de empresas ou entidades binacionais sem fins lucrativos (associações e cooperativas): funcionamento, legislação, questões aduaneiras.

- Oportunidades de negócios): capacitação para a criação e administração de entidades que produzam bens de consumo utilizando como mão-de-obra pessoas em situação de vulnerabilidade ou em risco de exclusão social; incentivos fiscais para importação de produtos produzidos por entidades solidárias situadas no Brasil.

 

Networking e Associativismo 

- criação de sinergias entre os empreendedores brasileiros no exterior

- interlocução entre os Conselhos de Cidadãos/Cidadania, empresariado brasileiro local, SECOM e instituições locais dedicadas ao fomento ao empreendedorismo, inclusive por meio da atuação em congregações religiosas, clubes e eventos locais

- desenvolvimento de plataforma unificada e permanente por meio da qual empresários brasileiros no exterior possam manter-se informados, divulgar seus produtos e serviços, compartilhar experiências e identificar potenciais parceiros de negócios; (Londres)

 

Ministério do Trabalho, Subsecretaria de Economia Solidária - João Bertolino de Oliveira Neto, Secretário Adjunto

Ministério do Trabalho, Subsecretaria de Economia Solidária - Bruno Arantes, Assessor

Ministério do Trabalho, Subsecretaria de Economia Solidária  - Fidel Coelho, Assessor 

Ministério do Trabalho, Secretaria de Políticas Públicas de Emprego – Lucilene Estevam Santana, Coordenadora do PROGER e PNMPO

 

Guia "Como Empreender no Exterior"

- Avaliação e possíveis ações de seguimento; aperfeiçoamento dos guias locais e avaliação da utilidade de unificá-los em um único volume

 

15:00h - Finalização e Adoção do Plano de Ação

 

18:00h - Encerramento da Conferência

 

Esplanada dos Ministérios, Bloco H, Anexo I, Térreo, , Brasília
contato: brasileirosnomundo@itamaraty.gov.br


www.itamaraty.gov.br :: twitter.com/mrebrasil :: youtube.com/mrebrasil :: flickr.com/mrebrasil